A+ / A-

“Bohemian Rhapsody”, dos Queen, já tocou mil milhões de vezes no YouTube

23 jul, 2019 - 15:13 • Redação

A banda anuncia, também, o lançamento de “You Are The Champions”, uma nova campanha que vai dar aos fãs uma oportunidade exclusiva de se tornarem parte da história do Queen.

A+ / A-

O tema “Bohemian Rhapsody”, um dos hinos dos Queen, é o primeiro vídeo anterior a 1990 a ultrapassar a marca das mil milhões de visualizações no YouTube.

O vídeo publicado a 1 de agosto de 2008 foi visto por cerca de um em cada oito habitantes do planeta Terra e continua a inspirar fãs em todo o mundo.

O single “Bohemian Rhapsody”, retirado do álbum marcante da banda intitulado ‘A Night At The Opera’, foi editado em 1975 e é considerado um dos primeiros vídeos promocionais de música.

Os Queen andam em digressão pelos Estados Unidos. O guitarrista Brian May mostra-se honrado por “Bohemian Rhapsody” “atingir o marco das mil milhões de visualizações no YouTube”.

Para comemorar a marca histórica, o grupo britânico disponibilizou uma nova versão HD remasterizada do vídeo de “Bohemian Rhapsody”.

A banda anuncia, também, o lançamento de “You Are The Champions”, uma nova campanha que vai dar aos fãs uma oportunidade exclusiva de se tornarem parte da história do Queen, com um papel principal em três vídeos completamente novos criados pelos utilizadores de três das faixas mais populares da banda.

Nesta campanha, músicos, cantores, e instrumentistas terão a oportunidade de representar "Bohemian Rhapsody". Os dançarinos poderão interpretar com os seus próprios estilos a música "Don't Stop Me Now" e os artistas visuais terão a oportunidade de criar um design para qualquer palavra ou frase da letra do hit "A Kind of Magic".

“Queremos agradecer a todos e comemorar com os nossos fãs este feito maravilhoso criando três novos vídeos com as nossas músicas e com os nossos fãs! Independentemente de ser músico, cantor, dançarino, visite o site www.youarethechampions.com para obter mais informações. Encontramo-nos algures por essa estrada fora", refere Brian May.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+