Tempo
|
A+ / A-

​Grammy. Há dois portugueses na corrida ao mais prestigiado prémio de música

15 fev, 2016 - 11:58

Cerimónia de entrega realiza-se esta segunda-feira (madrugada de terça-feira em Lisboa), em Los Angeles.

A+ / A-

Dois portugueses podem receber esta segunda-feira um Grammy. O tenor Fernando Guimarães e o baixo João Fernandes participam na gravação da ópera "Il ritorno d'Ulisse in Patria", de Cláudio Monteverdi, pela Orquestra Barroca de Boston. A obra está nomeada na categoria de "Melhor Gravação de Ópera".

Esta versão, gravada nos Estados Unidos, em 2014, e editada pela Linn Records, conta com o tenor português Fernando Guimarães, no papel do protagonista, Ulisses, ao lado da meio-soprano Jennifer Rivera, que interpreta Penélope. O elenco conta ainda com o baixo português João Fernandes.

O tenor português protagonizou igualmente a encenação dirigida por Martin Pearlman, em Boston, em Abril de 2014, naquela que foi a sua estreia nos palcos norte-americanos.

Fernando Guimarães formou-se em canto, no Porto, tendo sido distinguido em 2007 com o Prémio Jovens Músicos da RDP.

Quando venceu um concurso internacional de canto em Verona, Itália, conquistou o lugar de principal intérprete da ópera "L'Orfeo", de Monteverdi, em Mântua, no 400.º aniversário da estreia daquela que se convencionou tomar por primeira ópera, assim como em Berlim e Budapeste.

L'Arpeggiata, Orquesta Barroca de Sevilha, Os Músicos do Tejo, Divino Sospiro e Ludovice Ensemble são algumas das orquestras com as quais o tenor já colaborou.

João Fernandes estudou em ópera em Londres, onde recebeu o European Premier Prix. É "presença regular nos palcos de ópera de Londres, Nova Iorque, Bruxelas, Lyon, Zurique, Antuérpia, Oviedo, Lisboa, Madrid e Bilbao", lê-se na biografia na página da Fundação Gulbenkian.

A lista de nomeações do ano é dominada pelo "rapper" norte-americano Kendrick Lamar, com as 11 nomeações do seu álbum "To Pimp A Butterfly", mas é a cantora Taylor Swift que domina as categorias principais: soma sete nomeações do disco "1989", entre as quais "Álbum do ano", "Canção do Ano" e "Gravação do Ano".

Na cerimónia desta segunda-feira, realizada cerca de um mês após a morte de David Bowie e da edição do seu álbum de originais "Blackstar", Lady Gaga presta tributo ao criador de Ziggy Stardust.

A entrega dos Grammy realiza-se na noite desta segunda-feira (madrugada de terça-feira em Portugal), no Staples Center, em Los Angeles, Califórnia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • rosinda
    15 fev, 2016 palmela 15:45
    O primeiro ministro tem que estar presente ou se vai a todas ou nao vai a nenhuma!

Destaques V+