A+ / A-

Cardeal Tolentino Prémio Pessoa é um "orgulho para os católicos"

14 dez, 2023 - 19:26 • Lusa

D. Rui Valério destaca "o valor humanista e cultural" de D. Tolentino Mendonça, "um homem de uma fé profunda e de um pensamento único".

A+ / A-

O patriarca de Lisboa, D. Rui Valério, considera a atribuição do Prémio Pessoa 2023 ao cardeal Tolentino Mendonça um "orgulho para os católicos".

Numa declaração escrita enviada à agência Lusa, D. Rui Valério escreve que "é um orgulho para os católicos ver uma vez mais reconhecido o valor humanista e cultural do Cardeal José Tolentino de Mendonça. Um homem de uma fé profunda e de um pensamento único".

Para o patriarca de Lisboa, o prefeito do Dicastério par a Cultura e Educação da Santa Sé é "o exemplo vivo do melhor que a Igreja tem".

"Como bem refere a ata que lhe atribui o Prémio Pessoa 2023, o cardeal Tolentino é um "humilde e generoso peregrino da esperança"", acrescenta Rui Valério na declaração à agência Lusa.

O cardeal José Tolentino de Mendonça venceu o Prémio Pessoa 2023, anunciou hoje o júri, numa conferência de imprensa no Palácio de Seteais, em Sintra.

O Prémio Pessoa é uma iniciativa do semanário Expresso e da Caixa Geral de Depósitos, no valor de 60 mil euros, que "visa reconhecer a atividade de pessoas portuguesas com papel significativo na vida cultural e científica do país".

O júri foi composto por Ana Pinho, António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, Emílio Rui Vilar, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery e Viriato Soromenho-Marques, com Francisco Pinto Balsemão a presidir e Paulo Macedo como vice-presidente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+