Tempo
|
A+ / A-

Rede "Cuidar da Casa Comum" convida para vigília "por um planeta amigo da vida" nas vésperas da COP28

08 nov, 2023 - 11:29 • Ecclesia

Iniciativa surge como resposta ao apelo do Papa Francisco na encíclica Laudate Deum e vai realizar-se na Igreja de Santa Isabel, Lisboa, durante 13 horas.

A+ / A-

A Associação R3C (Rede Cuidar da Casa Comum) uniu-se ao grupo Cuidar da Casa Comum em Santa Isabel, Lisboa, para organizar uma vigília de reflexão e ação, no dia 24 de novembro, “por um planeta amigo da vida”.

Em comunicado enviado à agência ECCLESIA, a rede explica que esta iniciativa decorre uma semana antes do início da Conferência dos Estados Partes na Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre as Alterações Climáticas (COP28) como resposta “ao apelo instante do Papa Francisco na exortação Laudate Deum”.

“Será uma vigília de reflexão e ação, com os objetivos de reforçar o compromisso na defesa do planeta e da humanidade e de chamar a atenção dos responsáveis políticos para que tenham a coragem de intervir na próxima cimeira sobre as alterações climáticas, pensando ‘mais no bem comum e no futuro dos seus filhos, do que nos interesses contingentes de algum país ou empresa’ (LD 60)”, informa a nota.

A vigília vai ter lugar no terreiro diante da Igreja de Santa Isabel, a partir das 18h30 do dia 24 de novembro e prolonga-se por 13 horas, correspondentes aos dias da Conferência do Dubai.

A rede Cuidar da Casa Comum junta-se ao convite do grupo de Santa Isabel que convoca “todos os homens e mulheres de boa vontade que entendem as alterações climáticas como ‘um problema humano e social em sentido amplo e a diversos níveis’ a participar” na iniciativa.

“Há que chamar a atenção para a oportunidade que não se pode perder mais uma vez. Na linha do que o Papa Francisco deixa muito claro na Laudate Deum, por toda a parte os cidadãos têm de exigir dos seus representantes e dirigentes que sejam mais ambiciosos – tanto quanto for preciso, a bem de toda a humanidade, agora e no futuro – nas medidas que prometem tomar”, adverte a Associação R3.

“E, de seguida, que as concretizem, avaliem, corrijam, reforcem, para obter resultados palpáveis, para ‘se iniciar um novo processo que seja drástico, intenso e possa contar com o empenho de todos’ (LD 59)”, acrescenta o comunicado.

De acordo com o grupo de Santa Isabel, a vigília vai ter espaços para conversa, debate e meditação sobre os caminhos a seguir, para ultrapassar a crise climática.

“Teremos também tempos de música, de silêncio e de poesia e lugar para outros gestores coletivos. Para expressar de forma concreta a gravidade da situação que enfrentamos, membros do grupo Cuidar da Casa Comum em Santa Isabel não tomarão qualquer alimento durante toda a vigília”, adianta o grupo.

A COP28 vai decorrer no Dubai, de 30 de novembro a 12 de dezembro de 2023.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+