Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Exclusivo renascença

Moedas escolhe visita à Serafina como um "dos momentos altos" do Papa em Portugal

04 ago, 2023 - 09:43 • Fábio Monteiro com Redação

Presidente da Câmara Municipal de Lisboa explica que a visita ao bairro de Lisboa é o "o momento que o Papa pediu".

A+ / A-

A visita do Papa Francisco ao bairro da Serafina é "um dos momentos altos da Jornada Mundial da Juventude", segundo Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

"É um momento muito importante para ele. Falamos sobre os bairros mais vulneráveis, como é que é possível ajudar as pessoas, onde estavam os mais vulneráveis. Queremos ajudar mais, queremos construir mais, mas é importante que o Santo Padre veja um bairro de Lisboa, como ele me pediu para ver. É um dos momentos mais altos com o Santo Padre. É o momento que ele pediu", diz o autarca.

Moedas foi recebido pelo Papa Francisco em abril e o autarca explica que "a conversa mais profunda que teve foi sobre os mais vulneráveis em Lisboa. Contei-lhe o que estamos a fazer na habitação e todos os projetos".

No entanto, Moedas foi recebido também com algumas críticas, que responde com o investimento histórico na habitação.

"O que estamos a fazer é o maior projeto de habitação na cidade de Lisboa, são 800 milhões até 2026. Estamos a construir muito mais com programas sociais. Investimos 7 milhões nos sem abrigos. Cheguei há dois anos à Câmara, é normal que não se resolvam todos os problemas em dois anos. Nos próximos anos poderemos ver os resultados, são 800 milhões de euros. Já conseguimos entregar 1200 chaves, antes eram 17 chaves por ano. Há sempre muitas situações difíceis", recorda.

Moedas tenta ajudar criança a entregar poster

À chegada ao bairro, Carlos Moedas foi também surpreendido por uma criança com um poster para entregar ao Papa Francisco. O presidente da Câmara Municipal de Lisboa ia tentar ajudar a jovem a levar ao fim a sua missão.

"Agora vou mostrar isto ao D. Américo. Esta menina tem isto para dar ao Papa Francisco, ainda não consegui ajudá-la. Tirei a fotografia para mostrar ao D. Américo para ver se ele me ajuda a entregar isto ao Papa, mesmo que não consiga pessoalmente", termina.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+