Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

JMJ Lisboa 2023

Padre Lino Maia e a JMJ: "Era importante um rejuvenescimento da Igreja"

30 jul, 2023 - 08:23 • Henrique Cunha

Presidente da Confederação Nacional das Instituições Particulares de Solidariedade Social (CNIS) deteta uma Igreja "envelhecida e conformada" e formula votos para que a JMJ Lisboa 2023 possa ajudar ao seu rejuvenescimento.

A+ / A-

O presidente da Confederação Nacional das Instituições Particulares de Solidariedade Social (CNIS) entende que a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) pode e deveria ajudar ao "rejuvenescimento da Igreja e à sua atualização".

O padre Lino Maia defende que se olhe para a "Igreja como Povo de Deus", abandonando o olhar para "uma Igreja piramidal que vê o Povo apenas como contribuinte".

O sacerdote espera que a JMJ possa ajudar a encontrar "uma Igreja em que todos tenham voz e também tenham vez".

Em declarações à Renascença, Lino Maia diz detetar "uma Igreja envelhecida e acomodada e conformada", pelo que "era importante o seu rejuvenescimento".

O padre Lino Maia formula estes votos perante "um movimento que considera muito bonito" de jovens de "várias nacionalidades" a caminho da JMJ.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+