Tempo
|
A+ / A-

JMJ

Saiba o que não pode levar para os eventos centrais da JMJ. Recomendações da PSP

28 jul, 2023 - 07:56 • Olímpia Mairos

No âmbito das operações policiais, em contexto pré-jornada, a PSP deteve nas últimas horas 95 pessoas.

A+ / A-

A Polícia de Segurança Pública (PSP) informa que antes e durante os eventos principais da Jornada Mundial da Juventude serão criados perímetros de segurança, com diferentes pontos de acesso, onde serão efetuadas revistas por polícias uniformizados.

“Estas revistas podem ser realizadas por palpação ou com recurso a outros meios, como pórticos, raio-x e raquetes portáteis”, lê-se no comunicado enviado às redações.

De acordo com a força de segurança, à entrada dos pontos de acesso aos eventos centrais será afixada uma lista de objetos proibidos.

“Não é permitido transportar tendas para os recintos, nem cartazes de grandes dimensões ou com mensagens ofensivas”, informa a PSP, aconselhando os peregrinos a evitarem “levar consigo mochilas de grandes dimensões, vestuário pesado ou qualquer outro objeto que possa dificultar a revista, evitando assim o aumento do tempo de espera”.

“Levem apenas os objetos essenciais para o interior dos recintos”, aconselha.

Já quanto aos objetos de higiene pessoal devem ser transportados em sacos de plástico transparente, preferencialmente herméticos.

“Aconselhamos as pessoas a levarem consigo uma garrafa de água plástica, que posteriormente poderão encher nos diversos pontos de água disponibilizados”, lê-se no documento.

A PSP apela ainda a todos para que se desloquem para os locais dos eventos com tempo. “Quanto mais cedo chegarem, mais rápido será o processo de revista, evitando assim aglomerados de pessoas e tornando o trabalho da Polícia mais fácil e rápido”, diz.

Por fim, a PSP sugere a todos os peregrinos que “definam um ponto de encontro com o grupo, para o caso de se perderem”.

95 detenções em contexto pré-jornada

Em comunicado, a PSP refere que, no âmbito das operações policiais que estão a ser levadas a cabo em contexto pré-jornada, registou, a nível nacional: “95 detenções, das quais se destacam 36 por crimes rodoviários (17 por condução sob a influência do álcool e 19 por condução sem habilitação legal), 16 por tráfico de estupefacientes, 7 por crimes contra a propriedade (furtos e roubos) e 5 por tráfico ou detenção ilegal de arma proibida. Foi ainda dado cumprimento a 17 mandados de detenção judiciais”.

“Foram apreendidas 12 armas – das quais 5 de fogo e 7 armas brancas – e mais de 2. 344 doses individuais de estupefaciente”, acrescenta.

No que diz respeito à vertente da segurança rodoviária, nas últimas 24h foram registados 136 acidentes rodoviários, dos quais resultaram 46 feridos, um com gravidade.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+