Tempo
|
A+ / A-

"A viagem de Papa Francisco" estreia em Portugal

27 jul, 2023 - 07:32 • Redação com Ecclesia

A obra foi apresentada no 79.º Festival Internacional de Veneza e estreou-se, simbolicamente, na festa de São Francisco de Assis.

A+ / A-

Hoje é dia de estreias de cinema e há um documentário especial que chega esta quinta-feira às salas portuguesas.

"A viagem de Papa Francisco" é um documentário do cineasta Gianfranco Rosi dedicado às viagens internacionais do Santo Padre. Passa em revista nove anos de viagens em mais de 600 horas de material, condensados numa obra com 80 minutos. Entre as viagens retratadas está um encontro com refugiados que desembarcam em Lampedusa e outra ao Médico Oriente, por exemplo.

O artista explica que este filme tenta ser um "tributo a quem procura mudar as coisas e enfrentar os dramas do nosso mundo" e estreia precisamente numa altura em que, como bem sabemos, o Papa Francisco está prestes a fazer outra viagem, desta feita até Portugal, para a Jornada Mundial da Juventude.

O filme “In viaggio” (Em viagem), é "um documentário de dimensões assumidamente existencialistas que cria e multiplica um valioso diálogo entre as viagens do Papa e o estado do mundo”, é dito, em nota do documentarista.

“É um filme no qual me senti um espectador. Quer ser um tributo a quem procura mudar as coisas, enfrentando os dramas do nosso mundo. Quando olha a multidão, parece que o Papa olha cada um nos olhos”, refere Gianfranco.

Segundo o autor, “a força deste trabalho é ter sintetizado nove anos de viagem e mais de 600 horas de material em apenas 80 minutos”.

Gianfranco Rosi traça um curioso paralelismo entre o seu percurso cinematográfico e as viagens de Papa Francisco.

Instigado pelo facto de duas das viagens do Papa – a primeira aos refugiados que desembarcam em Lampedusa; a segunda, em 2021, ao Médio Oriente – espelharem de tão perto os itinerários dos seus filmes "Fogo no Mar" (nomeado ao Óscar da Academia) e «Nocturno», o multipremiado Gianfranco Rosi propõe-se a ir no encalço do atual líder mundial da Igreja Católica.

A obra foi apresentada, fora da competição, no 79.º Festival Internacional de Veneza e estreou-se, simbolicamente, na festa de São Francisco de Assis.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+