Tempo
|
A+ / A-

Cáritas de Angra lança programa “Ser Casa” para ajudar famílias a pagar habitação

20 jun, 2023 - 09:48 • Olímpia Mairos

O valor do apoio não poderá nunca ultrapassar os 150 euros mensais e terá uma duração máxima de três meses.

A+ / A-

A Cáritas da Diocese de Angra, nos Açores, vai apoiar famílias carenciadas com dificuldades no pagamento do crédito à habitação e que estejam sinalizadas a nível paroquial, através do programa “Ser Casa”.

Em declarações ao Igreja Açores, a presidente da Cáritas, Anabela Borba, explica que “este programa, que é uma ajuda supletiva a medidas estruturais que o Governo Regional já criou, vem no seguimento da Carta Pastoral da Quaresma na qual o senhor Bispo pedia às comunidades paroquiais para sinalizar famílias em sobre-esforço, com dívidas de créditos à habitação”.

“O senhor D. Armando fez um donativo pessoal à Cáritas e a instituição, com o apoio de outras entidades como os Santuários do Senhor Santo Cristo e de Nossa Senhora dos Milagres, na Serreta, e com recurso a verbas próprias decidiu avançar com esta ajuda que sabemos pode não ser grande mas é mais um complemento às famílias que se encontram em grande dificuldade”, acrescentou.

O programa “Ser Casa” destina-se a titulares de empréstimo para habitação própria permanente até 200 mil euros, contraído até 31 de julho de 2022 e com taxa variável (EURIBOR 3, 6 ou 12 meses).

Podem candidatar-se todos os titulares que tenham residência fiscal efetiva na Região Autónoma dos Açores (Diocese de Angra), não possuam outra habitação e tenham uma taxa de esforço, considerando os empréstimos contraídos até 31 de julho de 2022, igual ou superior a 30% e igual ou inferior a 35%.

De acordo com a cáritas diocesana, o programa “Ser Casa” conta com um fundo de 20 mil euros e o valor do apoio não poderá nunca ultrapassar os 150 euros mensais, durante três meses.

Os pedidos de ajuda devem ser encaminhados pelas paróquias- através da pastoral social ou do pároco- para a Cáritas diocesana através do email uas@caritasterceira.org ou sinalizadas para o telefone 295 212 795.

Todos os pedidos devem partir de uma ficha preenchida na paróquia com uma breve descrição da situação e justificar o pedido, enviando comprovativos. No pedido deverá ser explícito o montante possível do apoio a despender pela paróquia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+