A+ / A-

Pastoral da Família

Lei da eutanásia "contraria o sentimento da grande maioria das famílias”

12 mai, 2023 - 13:34 • Henrique Cunha

Em vésperas do arranque da Semana da Vida, Francisco Pombas do Departamento Nacional da Pastoral da Família diz que lei hoje aprovada promove a denominada "rampa deslizante".

A+ / A-

A decisão do Parlamento de confirmar o decreto da eutanásia, esta sexta-feira, “contraria o sentimento da grande maioria das famílias”.

Francisco Pombas do Departamento Nacional da Pastoral da Família diz à Renascença que “as famílias portuguesas não estão alinhadas com estas decisões”. O responsável afirma que “dentro de pouco tempo teremos uma lei que permitirá o suicídio assistido”, o que “é motivo de tristeza”. “O que podemos fazer desde já é valorizar a vida, sensibilizando todos que a vida é um dom e defendê-la desde a sua conceção á sua morte natural”, acrescenta.

Francisco Pombas não tem dúvida de que “a própria redação da lei já contempla uma rampa deslizante”.

O responsável adianta que “nestes quatro, cinco anos de discussão do tema, a própria redação da lei facilitou em alguns casos a aplicação da própria lei”. “No início sempre se falou de doença incurável e fatal e na atual redação da lei a palavra fatal desapareceu e, portanto, nós estamos na presença de um suicídio assistido permitido a uma pessoa que tenha uma doença grave e incurável de gravidade extrema, mas que poderá não ser fatal”, esclarece.

“Levanta-te! A tua vida é um dom”

O decreto-lei da eutanásia que tinha sido vetado pelo Presidente da República voltou a ser aprovado por uma maioria de deputados em vésperas do início da Semana da Vida, promovida pelo Departamento Nacional da Pastoral da Família.

“Levanta-te! A tua vida é um dom” é o tema desta semana, que arranca no domingo, 14 de maio, e que se prolonga até dia 21. A ideia, de acordo com Francisco Pombas, é “conjugar a inspiração da mensagem da Jornada Mundial da Juventude com a valorização da vida em toda a sua plenitude com um dom de Deus”.

“No fundo é um incentivo à ação, um incentivo a que as famílias se envolvam na defesa da vida e em simultâneo também queremos valorizar esta realidade de termos consciência de que a vida é algo que não é nosso que nos foi dado e que tem de ser cuidada”, acrescenta.

A abertura da Semana da Vida será assinalada com a Recitação do Terço na Capelinha das Aparições a partir das 18h30. Está previsto o lançamento em cada um dos dias da semana de um cartaz com uma frase dos Papas João Paulo I, João Paulo I, Bento XVI e Francisco, relacionadas com a vida na sua plenitude.

A missa de encerramento desta Semana da Vida será na Igreja Paroquial de Santa Marinha de Alheira, Barcelos, no dia 21 às 15h30, presidida por D. Nuno Almeida; Bispo auxiliar de Braga e recentemente eleito Presidente da Comissão Episcopal do Laicado e Família.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+