Tempo
|
A+ / A-

Francisco não quer “leões do teclado” nem apóstolos de “copia e cola”

12 abr, 2023 - 10:32 • Aura Miguel

Na catequese desta manhã, o Papa esclareceu ainda que o evangelizador “deve estar livre de esquemas e predisposto para uma ação inesperada e nova”.

A+ / A-

O Papa dedicou as reflexões da catequese desta quarta-feira às características do verdadeiro evangelizador. A partir das palavras de S. Paulo, o Santo Padre recordou a lista de "armas" que o apóstolo indica para a batalha espiritual.

“Entre elas está a prontidão para propagar o Evangelho, traduzida por alguns como zelo” e esta prontidão é “o contrário de desmazelo que é incompatível com o amor.”, disse o Papa.

Para Francisco, é impossível anunciar o Evangelho sem movimento, sem saída, sem iniciativa. "Não se anuncia o Evangelho parado, fechado num escritório, sentado à escrivaninha ou no computador, fazendo polémicas como ‘leões do teclado’ e substituindo a criatividade do anúncio por copiar e colar ideias tiradas daqui e dali. O Evangelho é anunciado movendo-se, caminhando, indo”, sublinhou.

Na catequese desta manhã, o Papa quis ainda esclarecer que o evangelizador “deve estar livre de esquemas e predisposto para uma ação inesperada e nova”. Porque quem anuncia o Evangelho “não pode ser fossilizado em jaulas de plausibilidade ou no ‘sempre foi feito assim’, mas deve estar pronto a seguir uma sabedoria que não é deste mundo”, concluiu.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+