A+ / A-

JMJ

Ministro da Saúde considera equipas do INEM tecnicamente mais preparadas para socorrer

21 mar, 2023 - 09:11 • Lusa

A equipa, que está a realizar em Torres Vedras, no distrito de Lisboa, um curso de formação para mais 30 profissionais, tem capacidade para responder durante 14 dias a cerca de uma centena de pessoas por dia, em ambulatório.

A+ / A-

O ministro da Saúde afirmou esta segunda-feira que as equipas de emergência internacional do INEM que vão operar na Jornada Mundial da Juventude estão mais preparadas tecnicamente e dispõem de equipamento mais sofisticado para socorrer.

"Temos vindo a melhorar tecnicamente as nossas condições, em larga medida, com criação da própria equipa do INEM [Instituto Nacional de Emergência Médica] Emergency Medical TEAM", afirmou Manuel Pizarro, após a apresentação do 6.º curso de formação, para dotar a equipa de mais 30 profissionais.

O Portuguese Emergency Medical Team (PT-EMT) é o mecanismo que permite responder a situações nacionais e internacionais de catástrofe ou acidentes graves, e que, segundo o ministro, irá "atuar nas Jornadas Mundiais da Juventude", tal como já aconteceu aquando da visita do papa Francisco a Portugal, em 2017.

A equipa, que está a realizar em Torres Vedras, no distrito de Lisboa, um curso de formação para mais 30 profissionais, tem capacidade para responder durante 14 dias a cerca de uma centena de pessoas por dia, em ambulatório.

"Muitas vezes estas missões são preparadas para territórios mais difíceis, operações em circunstâncias mais complexas, mas naturalmente também são adaptáveis a circunstâncias como a JMJ", disse o ministro, salvaguardando que a esta equipa se juntarão outros meios.

O curso, que termina na terça-feira, visa reforçar a bolsa de operacionais do Pt-EMT, aumentando a disponibilidade de elementos para futuras missões, informou o INEM.

Por outro lado, vai também permitir a participação de elementos de outras equipas estrangeiras, iniciando uma nova fase "de grande interesse estratégico, com vista à instalação de um centro internacional de formação de catástrofe em Portugal, apadrinhado e reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS)".

O Pt-EMT é uma equipa portuguesa de profissionais de saúde que tem como objetivo prestar cuidados de saúde a populações afetadas por emergências complexas ou catástrofes, em apoio ao sistema de saúde local.

Já desenvolveu diversas iniciativas ligadas à resposta humanitária e de catástrofe, integrou vários grupos de trabalho e cumpriu diversas missões como o apoio médico e sanitário às cheias em Moçambique, em 2019, ou as mais recentes missões em resposta ao sismo na Turquia e aos incêndios florestais no Chile.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+