A+ / A-

Papa vai visitar a Hungria e encontrar-se com refugiados

27 fev, 2023 - 12:00 • Aura Miguel

Francisco realiza uma vista apostólica de 28 a 30 de abril.

A+ / A-

No programa divulgado esta segunda-feira pelo Vaticano, além dos encontros oficiais com a Presidente, Katalin Novák, e o primeiro-ministro, Viktor Orbán, representantes da sociedade civil húngara, o Santo Padre vai encontrar-se também com pobres e refugiados.

A sua agenda prevê ainda encontros com responsáveis da Igreja e agentes de pastoral que, no último ano se têm desdobrado a apoiar os milhares de refugiados que entram na Hungria provenientes da Ucrânia. A título privado, o Papa desloca-se também a um instituto que acolhe crianças cegas.

A visita de Francisco concentra-se apenas em Budapeste. Além da missa que celebra no domingo, numa praça da capital, destaque para dois encontros significativos. O primeiro com jovens, num pavilhão desportivo, e o segundo com o mundo académico e cultural, numa faculdade da Universidade católica de Budapeste.

Numa nota divulgada logo após o anúncio desta viagem, o cardeal Peter Erdo, arcebispo-primaz da Hungria, manifestou a alegria pela visita e afirmou que se prevê a presença em Budapeste de milhares de fiéis, sacerdotes e peregrinos, não só de toda a Hungria, mas provenientes também de países vizinhos.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+