Tempo
|
A+ / A-

Semana dos Seminários

Bispo de Viana do Castelo pede compromisso de todos

18 out, 2022 - 11:41 • Henrique Cunha

Em nota pastoral, D. João Lavrador exorta a “tempo de oração e reflexão”.

A+ / A-

O bispo de Viana do Castelo diz que “as vocações são um dos maiores desafios na diocese” que exigem “um compromisso consciente de todos os cristãos”.

Numa nota pastoral a propósito da celebração do dia da Igreja diocesana e da semana dos seminários, D. João Lavrador exorta “as famílias, as paróquias, sobretudo nas catequeses, os grupos de jovens, os movimentos e outros grupos eclesiais a dedicarem, ao longo da semana dos seminários, a um tempo de reflexão e de oração pelo Seminário diocesano e de despertar vocacional”.

A Semana dos Seminários vai decorrer em todas as dioceses de 30 de outubro a 6 de novembro, e na de Viana do Castelo coincide com a celebração do dia da Igreja diocesana que ocorre no dia 3 de novembro, data da criação da diocese.

O bispo sublinha que “será festivamente celebrada no domingo mais próximo, no dia 6 de novembro”, dia em que “teremos também a alegria de participar na ordenação de três diáconos da nossa diocese”.

D. João Lavrador aproveita para convidar “todos os diocesanos, sacerdotes, religiosos(as), consagrados e leigos” a colocarem-se perante “os desafios que Jesus Cristo nos lança neste tempo em que vivemos, despertando-nos a todos para a responsabilidade que nos cabe no ser e na missão da comunidade diocesana”.

“Toda a comunidade diocesana deve conhecer, apoiar, interessar-se e partilhar as preocupações vividas pelo Seminário”, exorta.

Na nota pastoral, o bispo reconhece a necessidade de um esforço pela criação do “ambiente necessário para que os jovens, no encontro pessoal com Jesus Cristo, possam descobrir a sua vocação”.

"Tempos de profunda crise económica”

Depois, D. João Lavrador afirma que colocar o olhar “de compromisso no Seminário e na Diocese é também sentir as suas necessidades materiais e a obrigação de todos os diocesanos de partilharem dos seus recursos materiais para a sua sustentação”.

O bispo lembra ainda que “estamos em tempos de profunda crise económica” que vem aumentar ainda mais “as dificuldades materiais na sustentação do seminário e dos organismos diocesanos”.

D. João Lavrador garante também que a diocese está “profundamente empenhada na preparação das Jornadas Mundiais dos Jovens”, que na sua opinião “deverão ser uma oportunidade única para que os jovens assumam o seu protagonismo e integração nas comunidades cristãs e evangelizadores do mundo atual”.

Mas, de acordo com o prelado “estamos igualmente todos desafiados pelo Santo Padre a promover comunidades cristãs verdadeiramente sinodais, na comunhão, na participação ativa de todos os batizados e na corresponsabilidade na missão evangelizadora da Igreja”.

O bispo termina a nota dizendo que “esta é uma hora de esperança, na qual sentimos fortes interpelações, mas estamos conscientes que nos acompanha o Bom Pastor que dá a vida pelo Seu Povo e que ao longo do itinerário pessoal e comunitário nos revela o caminho a seguir que será sempre de entrega, despojamento e de serviço”. Numa palavra, a exemplo de Jesus Cristo, é o caminho do Amor”, conclui.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+