Tempo
|
A+ / A-

“Como está a dor do joelho?” Papa brinca e pede “um pouco de tequila” a mexicanos

17 mai, 2022 - 09:00 • Olímpia Mairos

Em inícios de maio Francisco recebeu uma infiltração para diminuir a dor e surgiu numa cadeira de rodas num encontro com religiosas.

A+ / A-

O Papa Francisco foi questionado, na Praça de São Pedro, por um grupo de padres mexicanos sobre a sua dor no joelho e acabou por responder em tom brincalhão que o que precisava para a perna era de “um pouco de tequila”.

A conversa foi curta, não demorou mais do que um minuto, foi filmada por um dos sacerdotes e foi publicada na rede social TikTok, tornando-se viral.

“Papa Francisco, como está o seu joelho?”, ouve-se um sacerdote a perguntar e Francisco responde: “Muito teimoso”.

A conversa prossegue como o padre mexicano a agradecer a Francisco “pelo seu sorriso, a sua alegria de estar, apesar dos seus problemas”.

“Também dá um belo exemplo para os futuros sacerdotes”, diz o padre mexicano.

Com o sorriso no rosto, Francisco atira: “Sabe o que eu preciso para a minha perna? Um pouco de tequila”. E a resposta do sacerdote não se fez esperar: “Se um dia formos a [Casa de] Santa Marta, levaremos uma garrafinha”. E foi o que já fizeram. Compraram uma garrafa de tequilha, em Roma, e foram entregar à casa onde reside o Papa.

A tequila é uma bebida alcoólica destilada produzida no México a partir da planta agave-azul.

Os problemas no joelho já obrigaram o Papa a cancelar reuniões, deslocações e celebrações no Vaticano. Gonialgia é o termo médico para a dor na articulação do joelho.

Em inícios de maio Francisco recebeu uma infiltração para diminuir a dor e surgiu numa cadeira de rodas num encontro com religiosas, no Vaticano.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+