Tempo
|
A+ / A-

JMJ 2023. Escolas católicas reúnem-se em Fátima para sensibilizar jovens

06 mai, 2022 - 20:39 • Teresa Paula Costa

Alunos de 40 escolas católicas vão ficar a conhecer propostas do Comité Organizador da Jornada Mundial da Juventude.

A+ / A-

Perto de 80 alunos de 40 escolas católicas portuguesas estão neste sábado, em Fátima, reunidos em assembleia para conhecerem as propostas que o Comité Organizador Central vai apresentar para participarem na Jornada Mundial da Juventude do próximo anos (JMJ 2023).

A iniciativa é promovida pela Associação Portuguesa de Escolas Católicas (APEC), com o objetivo de sensibilizar os alunos para participarem no evento mundial. Segundo Jorge Cotovio, secretário-geral da APEC, na JMJ “participarão as escolas com 3º ciclo e secundário”, pelo que o encontro visa também “sensibilizar as direções para, se for necessário, acolher participantes estrangeiros.”

Ao longo deste ano, já tem havido tarefas específicas. “Dedicar aulas de educação moral e religiosa católica para apresentar a jornada, introduzir a oração da JMJ nas missas e celebrações e a divulgação do hino” foram algumas das ações que as escolas católicas portuguesas fizeram no sentido de divulgar o evento. Além disso, referiu Jorge Cotovio, “as escolas têm publicado no seu site uma alusão à JMJ” e têm colaborado na divulgação e venda do terço da Jornada que deverá trazer a Portugal um milhão de pessoas.

Agora, entra-se numa fase de “arranjar voluntários e muitos destes voluntários podem ser alunos ou ex-alunos de escolas católicas”.

O desafio dirige-se sobretudo às escolas das dioceses de Santarém, Setúbal e Lisboa, que poderão proporcionar “o acolhimento de participantes estrangeiros”.

“Estamos a tentar que cada escola destas dioceses arranje um número de alunos para desempenhar esta função”, afirma Jorge Cotovio.

O diretor do Colégio Conciliar de Maria Imaculada acredita que “os jovens das escolas católicas estão sensibilizados”, e salienta que todas as escolas católicas do país estão convidadas a colaborar."

Nesta assembleia, os alunos e as direções das escolas irão também ouvir a equipa do Comité Organizador Central da JMJ que irá sugerir mais tarefas para as escolas católicas executarem.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+