Tempo
|
A+ / A-

Abusos sexuais. Bispos portugueses criam grupo coordenador

12 out, 2021 - 16:34 • Teresa Paula Costa

Objetivo é coordenar comissões diocesanas e criar manual de procedimentos. Todas as dioceses têm já comissão.

A+ / A-

A Igreja Católica portuguesa vai avançar com a criação de um grupo coordenador para a situação dos abusos sexuais por parte de membros do clero, confirmou esta terça-feira a Conferência Episcopal Portuguesa (CEP).

No final da reunião do Conselho Permanente, em Fátima, o porta-voz da CEP disse que este grupo visa “criar procedimentos comuns e tratar da questão da formação e da troca de experiências entre os elementos das comissões”.

O grupo só não tinha ainda avançado devido à pandemia, mas, em todas as dioceses, está já formada uma comissão para receber as denúncias e tratar dos respetivos processos, revela o padre Manuel Barbosa.

No entanto, poderão vir a ser tomadas outras medidas no “propósito de rejeitar qualquer encobrimento, fazer justiça às vítimas e respeitar a verdade histórica nas denúncias apresentadas”, acrescentou o sacerdote.

Nesta conferência de imprensa, o porta-voz da Conferência Episcopal garantiu ainda que “todos os casos de denúncias, se fundamentados, são comunicados às autoridades”.

O padre Manuel Barbosa diz que “a Igreja reconhece a gravidade da situação” dos abusos e “continua a tratá-la com toda a seriedade”.

O assunto será levado à assembleia plenária, que decorrerá de 8 a 11 de novembro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Jesus Cristo laico
    13 out, 2021 Fátima livre 22:30
    Investigação em causa própria só serve para encobrir, desvalorizar, minimizar, subestimar e enaltecer as puras virtudes dos visados.

Destaques V+