Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Fátima. Capelão quer peregrinos com postura de "serviço e acolhimento" aos desfavorecidos

19 set, 2021 - 15:54 • Lusa

O diretor do Departamento de Liturgia do Santuário de Fátima apelou hoje aos peregrinos que não se deixem seduzir pela "mentalidade mundana de competição e rivalidade", mas antes pela postura de "serviço e o acolhimento" aos "pobres e refugiados".

A+ / A-

Para o padre Joaquim Ganhão, que falava na homilia da missa celebrada hoje no recinto do Santuário de Fátima, "a guerra dos primeiros lugares, a guerra do protagonismo, a guerra para dar nas vistas, por um lugar de proa, na Igreja e na Sociedade, é uma das doenças mais graves das nossas comunidades".

Sublinhando que as duas principais características do cristão são "acolher e servir", o capelão do Santuário defendeu que, "se houver um primeiro lugar, esse pertence apenas àquele que se faz servo/servidor dos irmãos", sobretudo dos mais vulneráveis, "aqueles que não contam".

"Nestes tempos que estamos a viver e que reclamam este espírito de Jesus, no acolhimento dos pobres, dos refugiados, dos pequeninos onde Jesus deseja que o encontremos e o sirvamos, abramos-lhe o coração", exortou o padre Joaquim Ganhão, citado na página do Santuário de Fátima.

Na missa internacional de hoje participaram 14 grupos organizados de peregrinos que se fizeram anunciar aos serviços do Santuário, o que aponta para um progressivo regresso dos peregrinos a Fátima, depois de mais de um ano e meio de pandemia de covid-19.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+