Tempo
|
A+ / A-

Secretariado da Pastoral Social do Porto apoia centros sociais paroquiais

22 jun, 2021 - 11:00 • Olímpia Mairos

Organismo da Igreja diocesana do Porto é constituído por “técnicos capacitados nos vários domínios que mais interessam ao âmbito da caridade institucionalizada”, esclarece D. Manuel Linda.

A+ / A-

O bispo da Diocese do Porto, D. Manuel Linda, escreveu aos presidentes da direção dos centros sociais paroquiais dando conta da instituição do Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa.

Segundo a Voz Portucalense, a decisão foi amadurecida nos últimos tempos com vista a uma “reestruturação” do “funcionamento e objetivos” desta área da pastoral.

Assim, segundo o bispo do Porto, o Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa “prestará especial atenção aos Centros Sociais Paroquiais e organismos similares, pois muitos encontram-se em situação delicada ou difícil”, sublinhando que os centros sociais paroquiais “constituem uma preocupação acrescida para os Párocos, já tão ocupados com a escassez de clero e contínuo aumento das exigências pastorais”.

Na carta, com data de 18 de junho, D. Manuel Linda, esclarece que o Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa procurará desenvolver um contributo geral e específico.

No que concerne ao contributo geral, caberá ao secretariado “fornecer ajudas” tais como informações de programas e concursos que podem interessar aos centros, alertas sobre legislação, incentivo à partilha de recursos humanos e técnicos, informações sobre equipamentos existentes ou não numa determinada zona, oferta formativa, entre outros.

“Quanto ao aspeto específico de apoio a Centros concretos, evidentemente, o seu contributo será sempre e só de auxílio e ajuda a pedido das Direções, quando estas o julgarem conveniente”, esclarece o prelado.

O bispo do Porto faz saber ainda que o Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa é constituído por “técnicos capacitados nos vários domínios que mais interessam a este âmbito da nossa caridade institucionalizada”.

Acrescenta ainda na sua carta que o organismo da Igreja diocesana “se coloca à disposição” para dar “apoio” e “aconselhamento”. E terá também a preocupação da “formação e incentivo de todas as formas de caridade”.

O bispo do Porto conclui a sua carta agradecendo a cada presidente de direção dos centros sociais paroquiais “os inenarráveis esforços, canseiras, preocupações que esta forma de caridade cristã lhe gera todos os dias, ainda bem mais acrescidos com a situação de pandemia”.

A nova direção do Secretariado Diocesano da Pastoral Sócio-Caritativa é presidida pelo padre Manuel Fernando Soares da Silva.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+