Tempo
|
Autárquicas 2021
36,38%
136Câmaras
14,57%
68Câmaras
11,46%
27Câmaras
7,69%
18Câmaras
5,8%
18Câmaras
3,97%
0Câmaras
2,43%
0Câmaras
1,64%
5Câmaras
0,97%
0Câmaras
10,92%
9Câmaras
  • Freguesias apuradas: 3007 de 3092
  • Abstenção: 45,28%
  • Votos Nulos: 1,62%
  • Votos em Branco: 2,53%

A+ / A-

Papa apela a distribuição "livre e justa" de vacinas

08 mai, 2021 - 12:35 • Aura Miguel

O Santo Padre apela a uma distribuição justa da vacina contra a Covid-19, numa mensagem vídeo enviada ao "Vax Live - The Concert To Reunite the World”, transmitida a partir de Los Angeles.

A+ / A-
Papa volta a apelar à suspensão temporária das patentes das vacinas para "garantir acesso universal"
Papa volta a apelar à suspensão temporária das patentes das vacinas para "garantir acesso universal"

O Papa junta-se às estrelas da música, do cinema e a outras personalidades mundiais para apoiar uma distribuição justa da vacina contra a Covid-19.

“Queridos jovens de idade e de espírito: recebam uma saudação cordial deste velho, que não dança nem canta como vocês, mas que acredita, juntamente convosco, que a injustiça e o mal não são invencíveis”, começa por dizer o Santo Padre, numa mensagem vídeo enviada ao "Vax Live - The Concert To Reunite the World”, transmitida a partir de Los Angeles.

Francisco pede "caminhos de cura e salvação, para que a causa do mal e não fique apenas nos sintomas”. E acrescenta: “Nestas raízes doentes encontramos o vírus do individualismo, que não nos torna mais livres, nem mais iguais ou mais irmãos, mas sim indiferentes ao sofrimento alheio. E uma variante desse vírus é o nacionalismo fechado, que impede, por exemplo, a internacionalização das vacinas.”

O Papa denuncia também “outras variantes”, como “quando colocamos as leis do mercado ou da propriedade intelectual acima das leis do amor e da saúde da humanidade” e “fomentamos uma economia doentia, que permite que uns poucos muito ricos possuam mais do que o resto da humanidade e que os modelos de produção e consumo destruam o planeta, nossa casa comum”.

Nesta mensagem, Francisco pede a todos a coragem de "abandonar os nossos individualismos e promover o bem comum: um espírito de justiça que nos mobiliza para garantir o acesso universal à vacina e a suspensão temporária dos direitos de propriedade intelectual; um espírito de comunhão que nos permite gerar um modelo económico diferente, mais inclusivo, justo e sustentável.”

Além do Papa Francisco e de um conjunto significativo de artistas, juntaram-se a esta iniciativa o presidente dos EUA, Joe Biden, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen e o primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, na qualidade de presidente do G20.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+