Tempo
|
A+ / A-

​Descobertos manuscritos escondidos em manto de Nossa Senhora da Basílica de Mafra

24 jan, 2018 - 17:57

Documentos serão do século XIX, mas o seu conteúdo ainda não é conhecido.

A+ / A-

A imagem de Nossa Senhora da Soledade, da Basílica de Mafra, ocultava documentos no interior do manto, que foram descobertos na sequência dos trabalhos de restauro, anunciou a Real e Venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra (RVISSM).

"Surgiram sete documentos manuscritos no interior do manto de seda, bordado a ouro, que reveste a imagem de Nossa Senhora da Soledade, da Basílica de Mafra, imagem que sai por ocasião das cerimónias da Quaresma", afirma a RVISSM em comunicado.

"Os documentos, presume-se que datem da segunda metade do século XIX, e a sua existência era inteiramente ignorada. Os documentos estão dobrados em quatro partes, e cosidos aos bordados do manto. Por esse motivo se justifica que por fora não se suspeitasse de nada", adianta a irmandade.

"O conteúdo é inteiramente ignorado de momento, pois a decisão da sua retirada ainda não foi definitiva. A leitura será efectuada na basílica, em data a determinar", segundo a irmandade, que adiantou "suspeitar-se de que possam ser pedidos a Nossa Senhora ou algo do género, mas são meras suposições".

"A informação do que possam conter ainda não foi averiguada, pois os trabalhos de conservação do manto ainda decorrem. Porém é evidente que foram ali ocultados por algum motivo particular", refere a RVISSM.

"O número é que torna o achado notável, pois é habitual encontrar inscrições neste tipo de peças, mas sete documentos, e de mãos diferentes, isso sim, torna o caso verdadeiramente notável".

A imagem, datada de 1773, sai habitualmente na procissão do Senhor Jesus dos Passos, pelas ruas de Mafra, que se realiza no dia 25 de fevereiro, e na procissão do enterro, na Sexta-Feira Santa, que este ano acontecerá a 30 de março.

Segundo a mesma fonte, este ano "a imagem voltará a sair e a exibir o rico manto de seda bordado a ouro".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Luís Costa
    25 jan, 2018 Porto 11:18
    Excelente e interessante partilha, a do Sr. Mário Marques. Bem haja.
  • Mário Marques
    25 jan, 2018 Porto 07:09
    Bem interessante mas não inédito. Conhecida a história do assalto e pilhagem da capela dos Pestanas, no Porto, em 11 de Março de 1975 foi-me contado por ,membros dessa familia que uma toalha de altar foi identificada e recuperada anos depois pelos papeis com orações e jaculatórias que a bordadeira tinha deixado no interior das bainhas.
  • Maria da Piedade
    24 jan, 2018 Mafra 21:43
    Conheco o manto, porque neste momento sou responsável por vestir todas as imagens das Procissões da Real e Venerável Irmandade do Santíssimo Sacramento de Mafra. Para a Irmandade foi um achado inimaginável. É grande a nossa Surpresa e Expectativa.

Destaques V+