Tempo
|
A+ / A-

Rui Pinto terá "hackeado" FC Porto e FIFA

28 jun, 2019 - 12:10 • Redação

Alegado hacker está em prisão preventiva, em Portugal, depois de ter sido extraditado da Hungria.

A+ / A-

Rui Pinto terá hackeado emails do FC Porto, FIFA e ainda do Nacional da Madeira, segundo avança o Correio da Manhã, esta sexta-feira.

A publicação cita um despacho assinado pela procuradora Patrícia Brandão, que pede que Rui Pinto será declarado um caso de especial complexidade, para que fique preso até março de 2020.

Na quinta-feira, a revista Sábado tinha anunciado que Rui Pinto teria também acedido aos emials de procuradores e funcionários da Administração Interna.

Rui Pinto foi preso em Budapeste, na Hungria, no dia 16 de janeiro, depois de um mandado de detenção europeu emitido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP). O luso ficou primeiro em prisão domiciliária, e acabou por ser extraditado para Portugal.

Em causa está um acesso, em setembro de 2015, ao sistema informático da "Doyen Sports Investements Limited", com sede em Malta, que celebra contratos com clubes de futebol. É também suspeito de aceder ao email de elementos do conselho de administração e do departamento jurídico do Sporting e, consequentemente, ao sistema informático da SAD do clube.

Rui Pinto está indiciado de seis crimes: dois de acesso ilegítimo, dois de violação de segredo, um de ofensa a pessoa coletiva e outro de extorsão na forma tentada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+