A+ / A-

​AD e PS de acordo: Luís Paes Antunes deverá presidir ao Conselho Económico e Social

11 jun, 2024 - 15:59 • Fábio Monteiro , Susana Madureira Martins

Escolha da AD foi feita com a concordância do PS, revelou o gabinete do primeiro-ministro à Renascença. Paes Antunes foi secretário de Estado do Trabalho e da Segurança Social nos governos de Durão Barroso e Santana Lopes.

A+ / A-

Luís Paes Antunes, ex-secretário de Estado dos Governos de Durão Barroso e Santana Lopes, é o nome que a Aliança Democrática vai propor para presidir ao Conselho Económico e Social (CES).

A notícia, avançada pelo “Expresso” esta terça-feira, já foi confirmada pela Renascença junto do gabinete do primeiro-ministro.

A escolha da AD foi feita em concordância com o PS, confirmaram os socialistas à Renascença.

Paes Antunes irá suceder assim a Francisco Assis, que abandonou a liderança do CES para ser candidato às eleições legislativas de março passado.

Para ser eleito, o novo presidente do CES tem de conseguir o apoio de dois terços dos deputados. Com AD e PS de acordo, é provável que a eleição ocorra sem dificuldades de maior.

Entre 2002 e 2005, Paes Antunes foi secretário de Estado do Trabalho e da Segurança Social nos governos de Durão Barroso e Santana Lopes. Depois, até 2009, foi deputado na Assembleia da República e membro da direção do PSD (então liderado por Luís Marques Mendes).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+