Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Albuquerque diz que Montenegro conhece problemas da Madeira e que é preciso "passar à prática"

03 abr, 2024 - 15:20 • Lusa

O presidente demissionário do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque, afirmou hoje que o primeiro-ministro, Luís Montenegro, conhece "muito bem" os problemas da região, apontando que agora é preciso "tentar passar à prática".

A+ / A-

Luís Montenegro conhece "muito bem" os problemas da Madeira, disse o presidente demissionário do Governo regional. "O atual primeiro-ministro conhece muito bem os problemas da Madeira. Aliás, conhece talvez melhor do que qualquer outro primeiro-ministro e o que precisamos é depois de tentar passar à prática", disse Miguel Albuquerque, em declarações aos jornalistas à margem de uma visita a uma obra de habitação a custos controlados, no concelho de Câmara de Lobos.

Miguel Albuquerque destacou a revisão da Lei das Finanças Regionais, cujo trabalho tem de continuar, assim como outros "dossiers" pendentes, como o novo regime da Zona Franca da Madeira.

Sobre o novo Governo da República, que tomou posse na terça-feira, o social-democrata madeirense realçou que será um executivo que "depende muito da formação de consensos no parlamento", já que "infelizmente não tem a maioria para governar".

"Algumas das medidas serão feitas por decreto governamental, mas as questões de regime, as questões essenciais terão de ser consensualizadas", afirmou.

Miguel Albuquerque, que venceu as eleições diretas do PSD/Madeira, em 21 de março, adiantou ainda que Luís Montenegro, que é líder do partido, vai marcar presença no Congresso Regional dos sociais-democratas, que decorre em 20 e 21 de abril.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+