Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

"Pontaria não faltou". Luís Montenegro atingido com tinta verde em ação de campanha

28 fev, 2024 - 11:52 • Diogo Camilo

Líder da Aliança Democrática lamentou o incidente, protagonizado por ativistas da Greve Climática Estudantil. Cinco pessoas foram detidas.

A+ / A-
"Pontaria não faltou". Luís Montenegro atingido com tinta verde em ação de campanha
"Pontaria não faltou". Luís Montenegro atingido com tinta verde em ação de campanha

O líder da Aliança Democrática, Luís Montenegro, foi atingido por tinta verde durante uma visita à Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) na manhã desta quarta-feira, atirada por um ativista da Greve Climática Estudantil.

O momento aconteceu quando o presidente do PSD entrava na FIL, no Parque das Nações, com Montenegro a ficar coberto de tinta no rosto e na roupa, mas a responder com ironia.

"Pontaria não faltou. Tenho todo o respeito pelas pessoas que manifestam. Se a ideia é transmitir-me as preocupações, era mais fácil termos conversado", lamentou em declarações aos jornalistas.

"Estou focado todos os dias em dar resposta aos problemas das pessoas e contribuir para termos um mundo e um país equilibrado e sustentado", acrescentou.

A ação foi feita pelo coletivo de estudantes Greve Climática Estudantil, que critica que "nenhum partido tem um plano adequado à realidade climática".

Em comunicado, a PSP afirma ter intercetado cinco indivíduos pertencentes à organização ambientalista, um deles a pessoa que atirou tinta a Montenegro.

"Durante esse policiamento foi possível detetar um grupo de indivíduos com comportamento suspeito, tendo-se vindo a apurar que pertenciam a uma organização ambientalista. Desse grupo, 4 indivíduos foram abordados de imediato, os quais tinham sua posse 1 lata de tinta que foi apreendida. Todavia, um dos indivíduos desse grupo não foi monitorizado em tempo, motivo pelo qual conseguiu atingir o líder da Aliança Democrática com tinta verde, bem como outros membros da comitiva", refere a PSP.

Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa
Foto: Andre Kosters/Lusa

Em reação, Nuno Melo criticou aquilo que diz ser um "ato normal e cobarde de gente que não tem noção". "Não é um protesto. Há formas de expressar mensagens e esta não é uma destas", criticou o presidente do CDS.

Também Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda, repudiou o "ataque à liberdade" em campanha eleitoral, que considera ser também um ataque "à democracia". "Se os autores desta ação alegam uma causa justa, então são os piores defensores dessa causa", escreveu.

A líder do PAN, Inês Sousa Real, lamentou o incidente, referindo que atingir políticos com tinta "não é a forma mais correta" de lutar contra as alterações climáticas.

[noticia atualizada 13h14]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    28 fev, 2024 PORTUGAL 21:21
    EU não costumo comentar o que é publicado nestes espaços RR referente a cada UM. Houve um comentário de Alguém ANÓNIMO que pedia aos meus Pais para me retirarem a internet. Descrevi o meu percurso desde a idade da PRIMÁRIA até estes anos que já passam dos 70. Em LADO NENHUM nunca fiquei CALADO, nem com minha AVÓ a qual era a minha MAIOR AMIGA, quando me repreendia sem razão. Não posso deixar passar esta chamada de ATENÇÃO, pois EU estou DEVIDAMENTE IDENTIFICADO perante a Instituição que publica AQUILO que eu escrevo. Fui admirador e ouvinte de MUITOS ILUSTRES Pensadores e TODOS me ensinaram a ser EU e nunca TU. Muitos DESSES Pensadores utilizavam o PSEUDÓNIMO e foram GALARDOADOS, porque estavam DEVIDAMENTE IDENTIFICADOS. Gosto de ler TODOS os COMENTÁRIOS sem me preocupar com os NOMES, pois isso não me diz RESPEITO. Mas, se eu sendo EU incomodo Alguém é porque o que digo TEM RAZÃO de SER. Não gosto de ouvir e ler aquilo que EU sei que são PURAS MENTIRAS e se eu disser quem SOU, sei que DEIXO de ser EU. Dou um exemplo. Domingo vou ao DRAGÃO ver o jogo FCPORTO/ SLBENFICA. Vou sair do estádio antes do final do jogo por causa da confusão. Se eu aqui disser quem sou EU, não sei se chegarei ao automóvel, COMPREENDEM? Quando digo que não há Médicos nos HOSPITAIS, estou sujeito a ficar mais UNS ANOS sem consulta, COMPREENDEM? A isto não se chama COBARDIA, mas sim RESGUARDO. Sei de CÓR e OLHOS FECHADOS o terreno que piso. Durma tranquilamente e não stress, pois EU sou eu mesmo.
  • Euzinho
    28 fev, 2024 Portugal 14:14
    Sr. "Eu": "Hoje, como em Abril de 1974, não consigo ser COBARDE, ficando calado." Pois... Hoje é corajoso, publicando um comentário anónimo.
  • fernando
    28 fev, 2024 Alcobaça 13:07
    Se estes molengões tivessem de trabalhar para comer nada disto acontecia. Esta espécie de gente que nunca fez nada na vida nem deixam fazer .Roçadoras nas mãos 8 h por dia ,e passava-lhe a febre de parvoeira.
  • Dr. Pinto da Cunha
    28 fev, 2024 Viana do Castelo 12:54
    Será que Portugal se tornou um País sem lei à imagem do faroeste??
  • EU
    28 fev, 2024 PORTUGAL 12:20
    A ser verdade, HÁ ou NÃO HÁ INSEGURANÇA. Hoje é TINTA verde. Amanhã pode ser TINTA ÁCIDA. Continuem Senhoras e Senhores COMENTADORES a lançarem para as ANTENAS a ideia que em 2011 a DESGRAÇA foi criada por gente de DIREITA, quando na REALIDADE foi UM de ESQUERDA que levou o País à FALÊNCIA. Nos HOSPITAIS nem ENVELOPES havia e HOJE não há MÉDICOS para os TAIS actos Médicos que o Senhor de barba ontem referia através da CNN. Quando em vez de TINTA lançarem ÁCIDO depois correrão para os lugares onde já não haverá nada a fazer. Hoje, como em Abril de 1974, não consigo ser COBARDE, ficando calado.
  • Maria
    28 fev, 2024 Vila Real 12:13
    Verde é esperança!!!

Destaques V+