Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

TOTOVOTO

Vote aqui. Que balanço faz do mandato da Procuradora-Geral da República?

27 fev, 2024 - 08:01

Já estamos em contagem decrescente para as eleições de 10 de Março, mas na Renascença queremos contar com o seu voto sobre alguns dos assuntos que rodeiam a campanha. No debate da Rádio, os partidos deixaram críticas à Justiça e à sua atuação. E o leitor, que balanço faz do mandato da Procuradora-Geral da República?

A+ / A-

Depois de apurados os resultados das respostas no site e também redes sociais, verificamos que 65,5% da respostas apontam para um balanço negativo da atuação da PGR, 16,5% um balanço positivo e 18% consideram a atuação da PGR como "assim-assim".

Estes resultados tiveram por base uma amostra de 595 respostas e não devem ser confundidos com sondagens ou estudos de opinião.

[Informação atualizada às 21h44 com os resultados totais]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Abel Moura
    27 fev, 2024 Gondomar 17:14
    Com algumas cambalhotas, mas parece-me bem intencionado.
  • ze
    27 fev, 2024 aldeia 14:31
    Esta procuradora é uma Mulher de coragem, merece os parabéns, e mais faria se os anteriores governantes lhe tivessem dado mais meios.Possivelmente quem não gostará dela,são os partidos dos visados, os corruptos, os que se habituaram aos seus esquemas de ganhar milhões, com pagas de favores, amiguismos,etc.Parabéns Senhora Procuradora, siga em frente e lute pela justiça.
  • António Manuel Alves
    27 fev, 2024 Roda Fundeira 10:36
    Se mais não se faz na justiça, é porque os meios são poucos. Não se fazem omeletes sem ovos.

Destaques V+