A+ / A-

Luís Montenegro vai decidir novo aeroporto mesmo sem consenso com o PS

20 fev, 2024 - 16:37 • Manuela Pires

O líder da AD almoçou esta terça-feira com a Confederação do Turismo e defendeu que só a Aliança Democrática pode assegurar a estabilidade governativa do país.

A+ / A-

O líder do PSD e da AD, Luís Montenegro, disse esta terça-feira aos empresários do turismo que só a Aliança Democrática pode garantir uma estabilidade governativa e responsabilizou o PS pelas últimas crises políticas no país.

“A AD tem vantagem comparativa com a preocupação em estabilidade que é a minha, acho que as pessoas estão fartas de eleições, estão fartas de jogos políticos”, disse Montenegro, responsabilizando o PS pelas duas últimas crises políticas.

“Em 2021, o Governo caiu porque o PS se desentendeu com o PCP e o BE. Em 2023, o Governo caiu por incapacidade do PS - esta mais difícil de explicar porque havia maioria absoluta. Não foi uma zanga do PS com outros partidos, foi, no máximo ou no mínimo, uma zanga consigo próprio. Não se aguentou, desmoronou-se”, criticou.

No almoço com a Confederação do Turismo de Portugal, Luis Montenegro prometeu uma decisão rápida sobre o novo aeroporto de Lisboa, mesmo que não tenha o acordo do PS.

“Vamos pegar no resultado da comissão independente, que ainda não nos foi entregue e decidir. Nós vamos decidir. Vamos tentar consensualizar com o partido socialista, se conseguirmos tanto melhor, senão nós avançaremos”, garantiu o líder do PSD.

Na versão preliminar do relatório final da Comissão Técnica Independente, Alcochete é apontada como a opção mais vantajosa.

O líder do PSD garantiu que não rompeu o acordo que fez com António Costa para a metodologia a seguir, mas acusa o governo socialista de não ter tido a coragem de enfrentar a ANA para avançar com as obras no aeroporto Humberto Delgado.

“ A ANA está em falta e o governo está em falta com o país porque não obrigou a ANA. Há aí alguém que diz que há uma pessoa ligada ao PSD que está na ANA. Olhe a mim não me interessa nada. Nem fala comigo” disse Luis Montenegro sem referir o nome do ex ministro social democrata José Luis Arnaut.

Sobre a TAP , Montenegro defende a privatização de 100 por cento do capital da companhia aérea.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    20 fev, 2024 aldeia 18:58
    Vai decidir o novo aeroporto? mandatado por quem?Espero que depois de 10 de março, este país começe a andar para a frente, mas não com protagonistas destes.....

Destaques V+