Tempo
|
A+ / A-

Mensagem de Natal do Primeiro-Ministro aos militares

Costa elogia "participação" dos militares no exterior como "grande fator de modernização" das Forças Armadas

23 dez, 2023 - 07:00 • Susana Madureira Martins

Última mensagem de Natal do primeiro-ministro demissionário às forças nacionais destacadas salienta o "grande prestígio" que as missões internacionais trazem ao país.

A+ / A-
António Costa. Mensagem de Natal aos militares
Veja a mensagem de Natal do primeiro-ministro

Na habitual mensagem de Natal aos militares, António Costa considera que a "participação" das forças nacionais destacadas tem sido "um grande fator de modernização das Forças Armadas e das forças e serviços de segurança".

O primeiro-ministro elogia os militares que passam esta época das festas do Natal e Ano Novo em missões internacionais, que reconhece que trazem "grande prestígio" ao país e reforça "a voz ativa" de Portugal no mundo.

Ao contrário do que se se tornou hábito, a mensagem de Natal de António Costa aos militares e forças de segurança não foi gravada fora de Portugal, mas na residência oficial do primeiro-ministro.

A intenção era que a mensagem fosse gravada em Moçambique, mas Costa não pôde "estar presente" e fez-se representar pela ministra da Defesa, Helena Carreiras, que visitou o país no início da semana passada.

Na mensagem que dedicou às forças nacionais destacadas e às forças de segurança que foi divulgada este sábado, António Costa salienta exatamente o hábito de visitar estes elementos presentes no exterior, referindo que teve "oportunidade" de estar no Iraque, no Afeganistão, na ilha de Samos e "em vários locais" onde estas forças "representam e prestigiam Portugal no mundo".

Sem referir que se trata da última mensagem do género que dedica às forças nacionais destacadas, tendo em conta que está demissionário, Costa sauda os elementos que "prestam serviço" na Roménia, na República Centro-Africana e em Moçambique, bem como "nos vários outros locais" onde as missões estão presentes.

A mensagem do primeiro-ministro termina com uma saudação "àqueles que em território nacional não vão estar também com as suas famílias, porque têm que assegurar o serviço nos seus postos, nos seus quartéis, nas suas esquadras". Costa estende ainda a saudação e a "grande gratidão" às famílias destes elementos das forças de segurança
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    23 dez, 2023 Lisboa 14:38
    Hipócrita: qual modernização? O exército não tem efetivos nem material e é terreno fertil para conchavos e negociatas com grande prejuízo da imagem e operacionalidade. Defesa anti-aérea não existe, se descontarmos 24 F-16 dos quais parece que só 8 estão operacionais, os outros é para "voos de recreio". A Marinha só está a sair do marasmo graças ao Almirante das vacinas, que de resto, os Estaleiros do Alfeite e o quadro de pessoal continuam na miséria. E a Força Aérea é melhor nem falar. E como reage o governo a isto? Corta verbas e põe na pasta da Defesa uma ideóloga de género, mais preocupada com as mulheres nas Forças (Des)Armadas que com os problemas dos ramos. E vem este, com esta conversa para boi dormir ...
  • Maria
    23 dez, 2023 Palmela 12:53
    Os partidos estao sempre a fazer guerra" um dia destes dei com um a chamar taliban a outro na assembleia da republica" sao mesmo estupidos?
  • Maria
    23 dez, 2023 Palmela 12:43
    Eu tenho a mania de guardar assim papelada" estou assim com uma vaga ideia que a travessa era um restaurante onde se pagava muito e comia-se pouco!
  • Maria
    23 dez, 2023 Palmela 11:55
    A imagem visual e uma coisa interessante" mas conhecer as pessoas pela voz nao e menos interessante!

Destaques V+