Tempo
|
A+ / A-

Caso das gémeas. Marcelo volta a negar conhecimento de qualquer ação junto do Ministério da Saúde

07 dez, 2023 - 22:15 • João Malheiro

O Presidente da República volta a negar qualquer envolvimento no processo "após o envio do dossier para o gabinete do primeiro-ministro a 31 de outubro de 2019".

A+ / A-

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, reitera que "não teve conhecimento de quaisquer diligências junto do Ministério da Saúde".

Em comunicado publicado no site da Presidência, o chefe de Estado português volta a negar qualquer envolvimento no processo "após o envio do dossier para o gabinete do primeiro-ministro a 31 de outubro de 2019".

Esta quinta-feira o antigo secretário de Estado da Saúde António Lacerda Sales afirmou que aguarda por documentação para se poder "tentar relembrar" do caso das gémeas, dizendo que apenas responderá "em sede própria", perante a justiça e a inspeção de saúde.

Segundo uma reportagem da TVI, a primeira consulta das gémeas terá sido solicitada por um secretário de Estado à diretora do Departamento de Pediatria do Hospital Santa Maria.

Na Comissão parlamentar de Saúde, foi hoje "chumbado" um requerimento da IL que, entre outras entidades, pretendia ouvir os ex-governantes do setor Marta Temido e Lacerda Sales.

Também hoje, o PS anunciou que vai chamar ao parlamento o atual ministro da Saúde, Manuel Pizarro, e a presidente do Hospital de Santa Maria, Ana Paula Martins, salientando que "o parlamento fiscaliza o Governo e os órgãos da Administração Pública, e, por isso, quem está em funções".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+