Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

PSD vai apresentar propostas para regulamentação do lobby

12 nov, 2023 - 00:07 • Manuela Pires

Luís Montenegro desafia ainda o Partido Socialista a aprovar a proposta de alteração ao Orçamento do Estado para a recuperação integral do tempo de serviço dos professores.

A+ / A-

O líder do PSD, Luís Montenegro, anunciou esta sábado que o partido vai apresentar uma proposta para a regulamentação do lobby em Portugal e insistir na criminalização do enriquecimento ilícito.

Luís Montenegro garante que há muito tempo que a direção do partido está a refletir sobre esse assunto, e que não surge agora a propósito da Operação Influencer que envolve António Costa.

“A luta contra a corrupção, a exigência de transparência na vida pública e a necessidade de termos menos burocracia, porque a burocracia é efetivamente o terreno predileto para haver fenómenos desviantes e fenómenos de corrupção. Nós vamos travar essa luta com propostas para ter uma regulamentação do lobby em Portugal”, referiu Luis Montenegro.

Num jantar em Lisboa, para assinalar a vitória de Carlos Moedas nas eleições autárquicas, Luís Montenegro fez um discurso já de pré-campanha eleitoral. Na véspera dos partidos apresentarem propostas de alteração ao Orçamento do Estado, Montenegro desafiou o PS a aprovar a recuperação integral do tempo de serviço dos professores.

“Vamos apresentar em sede de Orçamento do Estado, na especialidade, a recuperação integral do tempo de serviço dos professores. Vamos ver, então, se (no PS) aquilo que aí vem é genuíno ou não, e é preciso estar à espera das eleições. Aproveitem já oportunidade, não percamos mais tempo, comecemos já a construir o futuro do nosso país”, pediu o líder do PSD desafiando o Partido Socialista a aprovar a proposta do PSD.

Luís Montenegro voltou a falar da falta de professores e da necessidade de garantir a entrada de mais docentes na escola pública.

“A nossa prioridade é dar condições de retenção na escola pública. Mas precisamos de fazer ingressar na carreira docente 35 mil novos professores”, disse Montenegro, sugerindo que os socialistas Pedro Nuno Santos ou José Luís Carneiro - que apresentou este sábado a candidatura à liderança do PS - terão a tentação de prometer tudo a todos.

Mas o líder do PSD não ficou por aqui em promessas e anunciou ainda que vai tentar aprovar o aumento extraordinários das pensões mais baixas.

“Nós vamos ter a atualização das pensões de acordo com o que está na lei, mas vamos ter uma recuperação extraordinária para aquelas pessoas que têm uma pensão inferior ao salário mínimo nacional. Essas têm de recuperar mais do que as outras”, prometeu Luis Montenegro.

No final do discurso, Luís Montenegro pediu aos militantes para se “desinibirem” e para manterem o contacto na rua com os portugueses deixando um último apelo. “Não temos de ser aquilo que somos. Somos capazes de ser um melhor”, disse o líder do PSD.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze
    12 nov, 2023 aldeia 10:32
    O presidente do PSD prometeu este sábado avançar com um projeto para regulamentar o’lobby’ e voltar a tentar criminalizar o enriquecimento ilícito, subir mais as pensões mais baixas e levar a votos a recuperação do tempo dos professores. Vai começar as promessas......á procura de votos, é sempre desde há 50 anos, prometem mas depois nada fazem,é altura de mudarem os protagonistas do sistema.

Destaques V+