Tempo
|
A+ / A-

Israel. Ocidente não pode ter "tibiezas" face a ataques terroristas, diz Ventura

08 out, 2023 - 17:01 • Lusa

"Espero que Israel vença esta guerra, espero que a União Europeia e os Estados Unidos tenham uma firmeza muito grande no apoio a Israel contra o terrorismo"

A+ / A-

O presidente do Chega, André Ventura, defendeu, este domingo, que os Estados ocidentais "não podem ter tibiezas" face aos ataques do Hamas e do Hezbollah em Israel, que provocaram centenas de mortos.

"O que o mundo e a Europa não precisavam era de outra guerra, noutro polo, também não muito longe daqui, no Médio Oriente. Agora, independentemente disso, de a guerra ser negativa, mais uma vez não pode haver tibiezas", disse aos jornalistas, no início de uma visita à Feira de Outubro, em Vila Franca de Xira, no distrito de Lisboa.

O líder do Chega registou que Israel foi atacado pelo Hamas e pelo Hezbollah, dois grupos que parte da comunidade internacional reconhece como terroristas, pelo que "os Estados ocidentais e a União Europeia, na qual Portugal se inclui, não podem ter tibiezas".

André Ventura pediu ainda que a União Europeia esteja "na primeira linha" de apoios de natureza militar ou humanitários.

"Espero que Israel vença esta guerra, espero que a União Europeia, onde nós nos incluímos, e os Estados Unidos tenham uma firmeza muito grande no apoio a Israel contra o terrorismo", concluiu.

O grupo islâmico Hamas lançou no sábado um ataque surpresa contra o território israelita, sob o nome de operação "Tempestade al-Aqsa", com o lançamento de milhares de foguetes e a incursão de milicianos armados por terra, mar e ar.

Em resposta, Israel bombardeou a partir do ar várias instalações do Hamas na Faixa de Gaza, numa operação que batizou como "Espadas de Ferro".

Os ataques e a resposta militar fizeram centenas de mortos e mais de mil feridos, continuando hoje a registar-se operações no terreno.

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, declarou que Israel está "em guerra" com o Hamas.

Em solidariedade para com a "resistência palestiniana", o partido-milícia libanês Hezbollah disparou hoje dezenas de foguetes e obuses contra três posições israelitas numa área disputada ao longo da fronteira do país com os Montes Golã, ocupados por Israel na Síria.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+