Tempo
|
A+ / A-

Defesa. PS e PSD afastam eventual conflito de interesses em torno de Alexandra Pessanha

29 set, 2023 - 19:07 • Susana Madureira Martins com Redação

Eurico Brilhante Dias refere que "estamos sempre a falar de processos anteriores à presidência de Alexandra Pessanha, não lhe dizem respeito".

A+ / A-

O PS e o PSD afastam eventual conflito de interesses em torno de Alexandra Pessanha, presidente da idD Portugal Defence, que ambém é quadro do Tribunal de Contas (TdC), entidade a quem o Governo pediu uma auditoria àquela empresa pública.

Alexandra Pessanha nega à Renascença qualquer conflito de interesses, mas a associação Frente Cívica considera que os resultados da auditoria podem estar em causa.

Por outro lado, em declarações à Renascença, o líder parlamentar do PS diz que o Tribunal de Contas é independente e este trata-se de um processo em que Alexandra Pessanha não participou.

Eurico Brilhante Dias refere que "estamos sempre a falar de processos anteriores à presidência de Alexandra Pessanha, não lhe dizem respeito".

Já o líder parlamentar do PSD também considera que não há conflito de interesses.

Joaquim Miranda Sarmento indica que, se houvesse algum problema, "o próprio Tribunal de Contas sinalizaria isso".

"Também me parece que os factos que vão ser auditados são anteriores ao início de funções. Se são anteriores, não me parece que haja qualquer questão", aponta.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+