Tempo
|
A+ / A-

Eleições na Madeira

Cabeça de lista da CDU apela à participação e diz que "nada ficará na mesma"

24 set, 2023 - 11:58 • Lusa

Edgar Silva diz que muitas pessoas vão votar para não mudar nada, mas que "há um voto que não deixa tudo na mesma".

A+ / A-

O coordenador do PCP/Madeira e cabeça de lista da CDU (PCP/PEV), Edgar Silva, apelou este domingo à participação dos madeirenses nas eleições legislativas, sublinhando que "de certeza, ao votar, nada ficará na mesma".

"Há muitas pessoas que eventualmente gostariam de votar e gostarão de votar para que tudo fique na mesma, mas há um voto que não deixa tudo na mesma, que faz mexer, que gera movimento, e, portanto, nada pode ficar na mesma", afirmou.

Edgar Silva falava aos jornalistas depois de votar numa secção de voto da freguesia de Santa Luzia, instalada na Escola Secundária Francisco Franco, no centro do Funchal.

"É nesse sentido da mudança, da transformação, duma vida melhor, que nós hoje exercemos o direito de voto e fazemos este apelo à participação", declarou.

Mais de 253 mil eleitores são este domingo chamados a votar nas legislativas regionais da Madeira para escolher a nova composição do parlamento do arquipélago, com 13 candidaturas na corrida.

As 292 secções de voto distribuídas pelas 54 freguesias dos 11 concelhos do arquipélago abriram às 8h00 e estarão em funcionamento até às 19h00.

De acordo com a Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna, estão registados 253.865 eleitores, dos quais 248.519 na ilha da Madeira e 5.346 na ilha do Porto Santo.

Em causa estão os 47 lugares do parlamento regional, disputados num círculo eleitoral único por duas coligações e outros 11 partidos: PTP, JPP, BE, PS, Chega, RIR, MPT, ADN, PSD/CDS-PP (coligação Somos Madeira), PAN, Livre, CDU (PCP/PEV) e IL.

Há quatro anos - quando a abstenção foi de 44,5% -, os sociais-democratas elegeram 21 deputados, perdendo pela primeira vez a maioria absoluta que detinham desde 1976, e formaram um governo de coligação com o CDS-PP (três deputados). O PS alcançou 19 mandatos, o JPP três e a CDU um.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+