A+ / A-

André Ventura reforça preocupações de segurança em visita à sede da JMJ

11 jul, 2023 - 19:30 • Susana Madureira Martins , João Pedro Quesado

O líder do Chega procurou “garantias” sobre a fiscalização de quem entra na Europa e em Portugal.

A+ / A-

André Ventura reforçou, esta terça-feira, as preocupações de segurança em torno da realização da Jornada Mundial da Juventude em Lisboa, durante a primeira semana de agosto. O líder do Chega esteve reunido com D. Américo Aguiar na sede da JMJ.

Em declarações aos jornalistas, André Ventura sublinhou que um dos temas do encontro com o presidente da Fundação JMJ, recentemente nomeado cardeal pelo Papa Francisco, foram as questões de segurança em torno do evento.

O deputado procurou “garantias” sobre o “trabalho de fiscalização e escrutínio de quem está a pedir para entrar no espaço europeu, e especificamente em Portugal”, durante a JMJ.

Ventura também abordou a ausência de um plano de mobilidade oficial, já que, a 21 dias do evento, muitos dos autarcas “não sabem com o que podem contar” em termos de transportes e deslocações.

Segundo um documento da Câmara Municipal de Lisboa a que a Renascença teve acesso, a circulação rodoviária vai estar “fortemente condicionada” em grande parte da cidade durante a Jornada Mundial de Juventude.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+