Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Comissão de inquérito

PSD vai votar contra relatório TAP e apresentar próprias conclusões por escrito

05 jul, 2023 - 13:01 • Lusa

Paulo Moniz acusa PS de fazer um documento "à medida" para que não haja conclusões políticas a tirar por parte de Costa.

A+ / A-

O PSD anunciou esta quarta-feira que vai votar contra o relatório da comissão parlamentar de inquérito sobre a TAP, contestando a conclusão de que não houve ingerência política na empresa, e apresentar as suas próprias conclusões por escrito.

Estas decisões do PSD foram anunciadas aos jornalistas na Assembleia da República pelo deputado social-democrata Paulo Moniz, após a conferência de imprensa de apresentação da versão preliminar do relatório, da autoria da deputada do PS Ana Paula Bernardo.

Paulo Moniz acusou o PS de não ter resistido à tentação de fazer um documento "à medida" para que não haja conclusões políticas a tirar desta comissão parlamentar de inquérito por parte do primeiro-ministro, António Costa.

Além de contestar a conclusão de que não houve ingerência política na TAP, contrapondo que a ingerência "foi patente", o PSD critica também o relatório por não analisar o recurso aos serviços secretos para a recuperação do computador levado do Ministério das infraestruturas por Frederico Pinheiro, ex-adjunto do ministro João Galamba.

"Tudo isto são razões bastas para que o PSD vote contra este relatório", afirmou o deputado social-democrata, acrescentando que o seu partido irá apresentar por escrito "as suas conclusões" da Comissão Parlamentar de Inquérito à Tutela Política da Gestão da TAP.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+