A+ / A-

Escala em Budapeste. Costa "correspondeu" a convite do presidente da UEFA

19 jun, 2023 - 12:02 • Redação com Lusa

Comunicado do gabinete do primeiro-ministro esclarece que Budapeste fica na rota de Chisinau, onde Costa estava para participar na Cimeira da Comunidade Política Europeia.

A+ / A-

O primeiro-ministro António Costa esclarece que a ida a Budapesta para assistir ao jogo da final da Liga Europa foi para corresponder ao convite do presidente da UEFA.

Em comunicado, o gabinete de Costa esclarece que o primeiro-ministro estava em Chisinau, na Moldova, para participar na Cimeira da Comunidade Política Europeia e que, "tendo concluído atempadamente os seus compromissos oficiais em Portugal, e situando-se Budapeste na rota para Chisinau", Costa "teve oportunidade de fazer uma escala nessa cidade, correspondendo ao convite que lhe tinha sido endereçado pelo Presidente da UEFA para assistir ao jogo da Final da Liga Europa".

A nota adianta que Costa recebeu "o tratamento protocolar adequado" e que foi "sentado ao lado do seu homólogo húngaro, com quem mantém naturalmente relações de trabalho".

A 31 de maio, António Costa, que viajava num Falcon 50 da Força Aérea, fez uma escala em Budapeste quando seguia a caminho da Moldova para a cimeira da Comunidade Política Europeia, sem que a paragem constasse da sua agenda pública, segundo noticiou o Observador.

De acordo com o mesmo jornal, o chefe do Governo português assistiu ao jogo da final da Liga Europa de futebol entre o Sevilha e a Roma, equipa italiana orientada por José Mourinho, ao lado do primeiro-ministro húngaro, Viktor Orbán.

A paragem na Hungria foi criticada pela oposição, que reclama esclarecimentos de António Costa.

O facto de no caminho ter feito uma escala ou ter parado durante uma hora e meia ou duas horas para dar apoio a um português e ver um jogo de futebol, francamente não vejo que politicamente haja qualquer problema específico", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

Na sexta-feira, o Presidente da República tinha já adiantado que o primeiro-ministro o tinha informado da escala em Budapeste.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+