Tempo
|
A+ / A-

​André Ventura vai integrar comissão de inquérito à TAP

16 mai, 2023 - 18:40 • Manuela Pires

O presidente do Chega vai substituir o deputado Pedro Pessanha, do Chega.

A+ / A-

O presidente do Chega, André Ventura, vai integrar a comissão parlamentar de inquérito à TAP e já amanhã deverá estar na inquirição a Frederico Pinheiro, antigo adjunto do ministro das Infraestruturas e à chefe de gabinete de João Galamba.

A informação foi confirmada à Renascença por uma fonte do gabinete parlamentar do Chega, que justifica a decisão com uma “reorganização interna e a substituição de Pedro Pessanha”.

André Ventura entra assim na comissão parlamentar de inquérito à TAP na reta final dos trabalhos e, precisamente, na semana em que é ouvido o ministro João Galamba.

Esta terça-feira foram anunciadas as audições até ao final dos trabalhos, que foram prolongados até ao dia 16 de junho, com a audição do ministro das Finanças, na véspera Pedro Nuno Santos vai estar na CPI.

Ao todo, faltam ainda 18 audições parlamentares na comissão de inquérito. Antes de Pedro Nuno Santos e Fernando Medina, serão ouvidos Mário Centeno e João Leão, antigos ministros das Finanças, a 5 e 6 de junho, respetivamente.

Sérgio Monteiro e António Pires de Lima, antigos membros do Governo de Pedro Passos Coelho com a tutela da TAP, também serão ouvidos pelos deputados. A audição de Pires de Lima está agendada para 7 de junho.

O ex-secretário de Estado das Infraestruturas será ouvido um dia antes de Pedro Nuno Santos, a 14 de junho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+