Tempo
|
A+ / A-

Aprovada ida de Galamba à comissão de inquérito à TAP com urgência

03 mai, 2023 - 15:51 • Manuela Pires , Joana Azevedo Viana , Daniela Espírito Santo com Lusa

Chega e PSD pedem presença de Frederico Pinheiro, com partido de Ventura a também pedir chefe de gabinete, Eugénia Correia Cabaço. Tudo foi aprovado por unanimidade.

A+ / A-

Foi aprovada esta quarta-feira a antecipação da ida de João Galamba, ministro das Infraestruturas, à comissão parlamentar de inquérito (CPI) à tutela política da gestão da TAP. Este pedido, feito pela Iniciativa Liberal, foi aprovado pelos deputados por unanimidade na reunião de hoje, antes da audição da Direção-Geral do Tesouro e Finanças (DGTF).

A IL justifica o pedido com "as notícias veiculadas por vários órgãos de comunicação social nas últimas horas, sobre a exoneração do adjunto do ministro das Infraestruturas Frederico Pinheiro, que originaram da parte deste último acusações" que o partido "considera serem de extrema gravidade", e relacionadas com o objeto a comissão de inquérito.

Em causa está a polémica com o computador do Estado que um ex-adjunto do ministro levou para casa e a subsequente intervenção do Serviço de Informações de Segurança (SIS).

Foi também aprovada a audição de Frederico Pinheiro, o ex-adjunto de Galamba, e também da chefe de gabinete do ministro João Galamba, que ontem apresentou demissão, um pedido que o primeiro-ministro, António Costa, rejeitou. Este pedido foi feito por PSD e Chega. Este último também pediu a presença da chefe de gabinete, Eugénia Correia Cabaço.

Tudo isto foi aprovado por unanimidade pelos deputados, esta quarta-feira.

Já Mariana Mortágua, do Bloco de Esquerda, quer saber o que contem o computador de Frederico Pinheiro. Apresentou requerimento para ter acesso ao computador e saber se este tem informação importante sobre a TAP que a Comissão Parlamentar de Inquérito não tem.

Recorde-se que o ministro das infraestruturas seria ouvido no final dos trabalhos, mas agora deverá apresentar-se aos deputados dentro de pouco mais de uma semana.

[Notícia atualizada às 16h35 de 3 de maio de 2023]

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Idali monteiro
    03 mai, 2023 Beja 16:54
    É normal num país dito democratico assistirmos a estas cenas deploraveis. Espero que o Sr. Presidente da República faça alguma coisa.. Neste momento, eu, como cidadã deste país não acredito nas instituições. Não me sinto segura. Precisamos de um novo 25 de Abril e repor a Democracia

Destaques V+