Tempo
|
A+ / A-

Lula da Silva evita falar em guerra porque quer novamente o Brasil como protagonista internacional

24 abr, 2023 - 12:09 • Olímpia Mairos , com Lusa

O Presidente brasileiro convidou António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa para um “encontro empresarial no Brasil” em 2024, para que não se perca o “estímulo” com esta visita oficial.

A+ / A-

O Presidente do Brasil, Lula da Silva, garantiu esta segunda-feira que o Brasil está de volta para ser protagonista internacional, motivo pelo qual tem tentado construir a paz e evitado falar em guerra.

“O Brasil está de volta para ser protagonista internacional é, por isso, eu estou a dedicar-me inclusive em tentar parar de falar em guerra e construir a paz para que a Humanidade possa viver melhor”, afirmou o chefe de Estado brasileiro num discurso de mais de 20 minutos no Fórum Empresarial Portugal – Brasil a decorrer em Matosinhos, no distrito do Porto.

O Presidente brasileiro recusou a ideia de que Portugal é apenas um “país pequeno” face ao Brasil e apelou a que os investidores de Portugal e Brasil apostem nos dois países.

Durante o discurso, Lula da Silva convidou António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa para um “encontro empresarial no Brasil” em 2024, para que não se perca o “estímulo” com esta visita oficial.

“Espero que esteja [António Costa] presente para não deixar cair o estímulo que estamos a ter aqui hoje, assim como espero que o Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa possa comparecer”, disse.

Nesta intervenção, o Presidente teceu ainda vários elogios ao primeiro-ministro, António Costa, referindo mesmo que está a “mudar a cara” de Portugal, elogiando ainda a relação de António Costa com Marcelo Rebelo de Sousa, apesar das “diferenças” entre os dois politicamente.

No outro lado do Centro de Engenharia e de Desenvolvimento de Produto e Serviço (CEiiA), onde está a decorrer o fórum, estava rodeado de forte aparato policial um grupo de brasileiros residentes em Portugal a expressar o seu apoio a Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre hoje o terceiro dia da sua visita de Estado a Portugal.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+