Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Tomada de posição

Montenegro rejeita acordos com o Chega. "Não vamos ter no Governo políticos racistas"

14 abr, 2023 - 13:19 • Diogo Camilo

É a primeira vez que o presidente do PSD afasta qualquer tipo de entendimento com o partido de André Ventura. Montenegro diz que não quer no seu executivo "imaturidade e irresponsabilidade" e responde a Marcelo, que disse que “não existe ainda uma alternativa credível à direita”.

A+ / A-

O presidente do PSD, Luís Montenegro, rejeitou pela pela vez um possível acordo de Governo com o Chega, indicando que o seu executivo não terá “políticos racistas ou populistas”.

“Quero garantir uma coisa aos portugueses. Não vamos ter no Governo nem políticos, nem políticas racistas, nem xenófobos, nem oportunistas, nem populistas. Ou apoio político. E, sobretudo, eu não quero no meu Governo imaturidade e irresponsabilidade”, afirma o líder dos sociais-democratas, num excerto da entrevista que será transmitida esta sexta-feira na CNN Portugal, pelas 22h00.

Em fevereiro, Montenegro disse que clarificaria uma eventual política de coligações pós-eleitorais "quando houver eleições".

Na entrevista, o líder do PSD pergunta ainda ao PS se apoiará ou não um Governo minoritário dos sociais-democratas e ainda respondeu a Marcelo, que durante a semana disse que “não existe ainda uma alternativa credível à direita”.

“Há uma alternativa à direita. E eu sou a alternativa, com o Partido Social Democrata. Isto é tão claro que, mesmo o argumento que é utilizado - que vale o que vale - das sondagens induz precisamente que essa alternativa existe”, afirma.

Na segunda-feira Montenegro acusou PS e Chega de estarem “cada vez mais juntos”, indicando que ambos os partidos mostram "impreparação, ligeireza e imaturidade" e que "um bom Governo e uma boa oposição não são isto".

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Francisco Cerqueira
    14 abr, 2023 Lagos 16:37
    É um político sem classe e nem protagonismo tem, meu querido amigo SÁ CARNEIRO, SAUDADES

Destaques V+