Tempo
|
A+ / A-

IL quer a lista de deputados do PS presentes na "reunião preparatória" com CEO da TAP

05 abr, 2023 - 17:00 • Lusa

Em causa está uma reunião entre deputados socialistas, membros dos ministérios e Christine Ourmières-Widener, na véspera da audição da gestora na comissão parlamentar de economia, em janeiro.

A+ / A-
Do "bode expiatório" à "reunião secreta", CEO da TAP respondeu às dúvidas dos deputados
Do "bode expiatório" à "reunião secreta", CEO da TAP respondeu às dúvidas dos deputados

A IL pediu hoje a lista dos deputados do PS presentes na "reunião preparatória" com a presidente executiva da TAP, na véspera da audição no parlamento em janeiro, convocada pelos Assuntos Parlamentares, mas, segundo a gestora, recomendada pelas Infraestruturas.

"Acabámos de submeter um requerimento à comissão de inquérito a pedir todas as comunicações, emails e notas de calendário entre o Ministério das Infraestruturas, dos Assuntos Parlamentares e a TAP, para que possamos saber quem é que pediu esta reunião, quem é que organizou e a lista não só de todos os convocados, mas também de todos os participantes", disse o deputado da Iniciativa Liberal (IL) Bernardo Blanco, em declarações aos jornalistas, na Assembleia da República.

Em causa está uma reunião, revelada pela IL na terça-feira, entre deputados socialistas, membros dos ministérios e a presidente executiva da TAP, Christine Ourmières-Widener, na véspera da audição da gestora na comissão parlamentar de economia, em janeiro.

"Para nós, esse facto é gravíssimo. As pessoas que devem escrutinar os deputados não devem reunir com aqueles que vêm cá ser escrutinados, neste caso a presidente de uma empresa pública", apontou Bernardo Blanco.

Segundo a CEO da TAP, a recomendação da reunião partiu do Ministério das Infraestruturas, na altura já liderado por João Galamba, mas, segundo a IL, a convocatória formal foi feita pelo Ministério dos Assuntos Parlamentares.

"Nós queremos a lista de todos os deputados socialistas que estiveram nesta reunião, porque esses deputados, se estiverem na comissão parlamentar de inquérito, obviamente que há aqui um conflito de interesses e tem que ser analisado se podem continuar na comissão, ou não, tendo em conta esta reunião que tiveram", defendeu o deputado liberal.

Na audição de terça-feira, Christine Ourmières-Widener identificou o deputado e coordenador do PS na comissão de inquérito Carlos Pereira como um dos presentes naquela reunião de 17 de janeiro.

No final da audição, Carlos Pereira disse aos jornalistas que se trata de um procedimento natural "partilha de informação".

Para a IL, o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, "podia no mínimo comentar estas afirmações de isto ser normal". "O titulo do email é mesmo "reunião preparatória" da audição parlamentar, se houvesse dúvidas está mesmo no título", disse Bernardo Blanco.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+