Tempo
|
A+ / A-

PCP quer operadora pública de telecomunicações

01 fev, 2023 - 16:12 • Manuela Pires com redação

Comunistas consideram inaceitável aumento de preços das telecomunicações.

A+ / A-

O Partido Comunista Português quer que o Governo tenha intervenção no preço das telecomunicações.

O deputado Bruno Dias considera inaceitável o aumento do preço concertado de 7,8% e defende que deve existir uma operadora publica de telecomunicações.

“Em relação aos preços e tarifários há uma resposta mais forte que tem de ser dada pelo Estado”, disse o deputado, para quem “o Governo tem, de facto, de avançar e ter a coragem de enfrentar os grupos económicos”.

Para Bruno Dias “fica mais claro que Portugal precisa, mesmo, de um operador público de telecomunicações”, uma questão que o PCP garante que não deixará “que seja esquecida”.

Entretanto, o PCP já chamou a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) e o Ministro das Infraestruturas ao Parlamento. O pedido passou com a abstenção do PS, mas falta ainda marcar a data.

BE quer ouvir Federação Portuguesa de Futebol

Apesar do Partido Socialista ter reprovado a ida de Fernando Gomes ao parlamento, o Bloco de Esquerda em ouvir a Federação Portuguesa de Futebol.

A deputada Mariana Mortágua vai tentar chamar o presidente da Federação Portuguesa de Futebol à comissão que trata dos assuntos do desporto, pois “o parlamento deve escrutinar as práticas fiscais da FPF “.

Considerando que “foi identificado na Federação Portuguesa de Futebol um esquema para fugir aos impostos, o parlamento tem o dever de escrutinar se estas práticas se mantêm no futuro”, afirmou a deputada.

Como tal não foi possível devido ao voto contra do PS, Mariana Mortágua anunciou que “o grupo parlamentar do BE não desiste desta intenção.”

“Pareceram-nos as palavras do deputado Miguel Cabrita que seria possível obter um voto diferenciado se, em vez da comissão de orçamento e finanças este requerimento fosse apresentado na comissão que trata as questões de desporto e iremos tentar apresentá-lo na comissão que trata das questões de desporto com exatamente o mesmo objetivo. Ouvir a Federação Portugal acerca das suas práticas fiscais”, revelou a deputada bloquista.

Recorde-se que hoje, na Comissão de Orçamento e Finanças da Assembleia da República, o PS votou contra a audição de Fernando Gomes, o PSD absteve-se, enquanto PCP e Chega votaram favoravelmente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+