Tempo
|
A+ / A-

Alexandra Reis garante que declarou indemnização de 500 mil euros ao Tribunal Constitucional

22 jan, 2023 - 20:46 • Redação

A ex-secretária de Estado contraria aquilo que tinha sido avançado pelo jornal Público. O diário escreveu que consultou os documentos entregues àquele orgão de soberania.

A+ / A-

A ex-secretária de Estado das Finanças Alexandra Reis garantiu este domingo, em declarações à SIC, que entregou a declaração de património no Tribunal Constitucional.

Desse documento constam os saldos das contas bancárias, incluindo o valor da indemnização de meio milhão de euros recebida da TAP, logo após a entrada na NAV.

Estas declarações surgem em reação à notícia deste domingo do jornal Público que escreveu que Alexandra Reis não declarou ao Tribunal Constitucional (TC) a indemnização de meio milhão de euros que recebeu quando saiu da TAP há quase um ano.

O jornal Público consultou as declarações da antiga secretária de Estado e verificou que nenhuma inclui esse aumento patrimonial.

A TAP pagou 500 mil euros à administradora, que saiu da companhia em fevereiro do ano passado, e quatro meses depois foi nomeada presidente da NAV – Navegação Aérea – outra empresa pública.

A lei que regulamenta o regime de declarações dos titulares de cargos políticos e altos cargos públicos determina que seja comunicada ao TC, no prazo de 30 dias, qualquer alteração patrimonial igual ou superior a 50 salários mínimos nacionais – que à data da saída da gestora da TAP representava um valor de 35.250 euros.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+