Tempo
|
A+ / A-

Marcelo cauteloso com (eventual) fim dos vistos Gold

04 nov, 2022 - 18:13 • Lusa

Presidente da República apenas se irá pronunciar se o parlamento o aprovar desta vez. "Verei se há condições para assinar ou não", declarou.

A+ / A-

O Presidente da República considerou hoje que o fim dos "vistos gold" é uma questão que foi sucessivamente adiada em vários Orçamentos do Estado e, por isso, apenas se irá pronunciar se o parlamento o aprovar desta vez.

Questionado pelos jornalistas sobre o anúncio feito há dois dias pelo primeiro-ministro de que o Governo está a equacionar o fim dos "vistos gold", Marcelo Rebelo de Sousa respondeu que "já estava previsto há muito uma reformulação" desta medida.

"Foi aprovado [o fim deste regime] em sucessivos Orçamentos do Estado e depois adiado, não me vou pronunciar sobre a reformulação. É uma questão que o parlamento terá de votar e, depois, quando chegar às minhas mãos, verei se há condições para assinar ou não", afirmou, depois de uma visita ao expositor da Start-up Portugal na Web Summit, em Lisboa, no último dia do fórum tecnológico.

Na quarta-feira, António Costa disse que o executivo está a ponderar acabar com os "vistos gold" para obtenção de residência em Portugal.

"Há programas que nós estamos neste momento a reavaliar e um deles é o dos "vistos gold", que, provavelmente, já cumpriu a função que tinha a cumprir e que, neste momento, não se justifica manter", referiu o António Costa.

O Presidente da República também foi interpelado sobre se a criação de um visto para nómadas digitais é uma boa forma de captar investimento para o país.

"Portugal atrai aqueles que gostam do digital, somos muito bons no digital [...], não podemos impedir as pessoas de virem para cá e a partir daqui ligarem o mundo através do digital", respondeu.

E desvalorizou as consequências que podem advir por causa destes regimes: "Sei que tem algumas consequências. Aqui e ali aumenta naturalmente o valor das casas, encarece a habitação, aumenta o consumo e, portanto, o nível de preços num ponto ou noutro". Mas "a vantagem que tem para o país", continuou o chefe de Estado, "ser atrativo para os que são o futuro" parece "indiscutível".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Que Condições?
    08 nov, 2022 Portugal Incondicional 16:45
    Veja é se há condições para os portugueses, com os seus salários miseráveis pagarem as casas aos preços absurdos. Veja se há condições para os jovens portugueses que querem ter famílias e ter filhos, poderem pagar uma casa digna? E poder haver jovens? Veja se há estas condições!
  • Argumento Popular
    05 nov, 2022 Era Portugal 18:20
    Diz "não podemos impedir as pessoas de virem para cá". Para justificar um programa de incentivos para virem para cá. ....🤦🏻‍♂️ Argumentação da boa, sólida e frontal. 🤦🏻‍♂️ Não é preciso impedir, basta que não incentive. Sobretudo com tanto ânimo.
  • Vistos Dinheiro
    05 nov, 2022 Vende-se! 17:03
    É o dinheiro. ... É o dinheiro.... É a nova humidade. .. É do dinheiro. ... Quais são os valores de um povo? ....
  • Indiscutível?
    05 nov, 2022 Discutir Portugal 11:00
    Que assuntos ou agendas é que são indiscutíveis? Quem decide "calar a discussão" cívica ou promovê-la? ... Onde está o jornalismo a promover a discussão e debate cívicos, sem os quais não há sociedades saudáveis, e nações com futuro? Não é o dinheiro que dá futuro. Pelo contrário.
  • Quem quer ver...
    05 nov, 2022 Quem dá mais 10:38
    "Atractivo para os que são o futuro"?!... Ou seja, parece que os portugueses não são o futuro...
  • Gentrifugar
    04 nov, 2022 Portugal Gentrifugado 21:14
    Sem palavras... Venham as selfies!...
  • ????
    04 nov, 2022 Portugal Gentrificado 18:38
    Os portugueses elegeram o presidente. É nos portugueses, sobretudo nos desfavorecidos (que são uma enorme fatia) que tem de pensar, quando toma as decisões!
  • ?????
    04 nov, 2022 Portugal Gentrificado 18:35
    Quem foi que elegeu o presidente? ... Tinha a ideia de que tinham sido os portugueses.

Destaques V+