Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

"Demorou", mas Portugal enviou 315 toneladas de material militar para a Ucrânia

20 jul, 2022 - 14:00 • Liliana Monteiro

Ministra Helena Carreiras esclareceu os deputados sobre a forma de envio deste material, que também teve em conta a necessidade de não onerar os contribuintes portugueses.

A+ / A-

Portugal enviou 315 toneladas de material militar para a Ucrânia, que demoraram a chegar devido a necessidades de coordenação e para não gastar dinheiro dos contribuintes portugueses no transporte, afirma a ministra da Defesa.

Helena Carreiras, que foi ouvida esta quarta-feira na Assembleia da República, começou por detalhar o armamento que seguiu para Kiev, na sequência da invasão russa, a 24 de fevereiro.

“Portugal ofereceu à Ucrânia 14 veículos M133, demos 315 toneladas de material: equipamento de proteção, munições, armamento, material médico e sanitário, drones, material sempre solicitado pela Ucrânia”, referiu a ministra da Defesa.

Helena Carreiras esclareceu os deputados sobre a forma de envio deste material, que também teve em conta a necessidade de não onerar os contribuintes portugueses.

“O transporte foi organizado no quadro de coordenação internacional, entre parceiros e aliados e um grupo de coordenação de dadores, que ajuda os países a fazer envio, assim como coordena esse esforço. A minha decisão foi evidente, parece-vos que deveria ter onerado o contribuinte português com envio descoordenado das nossas dádivas à Ucrânia, ou como fizemos? Demorou, sim, mas lá chegou e já recebi uma carta do meu homólogo a agradecer muitíssimo a chegada do material”, salientou a ministra da Defesa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Digo
    21 jul, 2022 Eu 20:34
    Demorou porque esteve à espera da boleia dos outros, que por cá e em tempos de guerra, o Orçamento da Defesa diminuiu, em vez de subir e não há dinheiro para nada de nada. Estou curioso em ver como vai descalçar a bota, de desencantar 12 000 soldados, 7 navios de guerra e 50 aviões que teremos de por ao serviço da NATO, quando esta tiver os tais 300 000 soldados em prontidão.

Destaques V+