Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

saúde em crise

Rui Rio: "O PS está a fazer um SNS para pobres"

15 jun, 2022 - 07:00 • Lusa com Redação

A partir de Maputo, o presidente do PSD alerta: “O PS está a criar um problema gravíssimo.”

A+ / A-

O presidente do PSD, Rui Rio, responsabiliza o PS pela "grave crise" que atravessa o setor da saúde em Portugal, por não promover cooperação entre os setores público e privado, deixando o SNS degradar-se.

"Aquilo que temos hoje é um Serviço Nacional de Saúde para pobres. É isso que o PS está a fazer, ao contrário daquilo que diz que pretende fazer", disse Rio em declarações à comunicação social, em Maputo, no último dia de uma visita a Moçambique.

“O Partido Socialista foi abertamente contra uma cooperação entre o público e o privado, apostando mais no público. Aquilo que nós temos neste momento é um serviço público completamente degradado”, frisou o presidente do PSD.

“Há cada vez menos recursos humanos no serviço público: os médicos tendem a ir para o privado, porque não têm recursos", o que provoca "estes problemas que agora estamos a ver de falta de capacidade de resposta”, sustentou Rui Rio.

Além da “grave degradação” do SNS, a saída de profissionais do setor público para o privado tem também consequências a médio prazo, nomeadamente na falta de médicos capazes de formar novos profissionais que queiram entrar para o setor público, acrescentou.

Para Rui Rio, “o PS está a criar um problema gravíssimo”, uma vez que Portugal atravessa um período marcado por uma “ausência de políticas estruturadas” no setor de saúde.

“Não há efetivamente capacidade de organização e de planeamento(…). Está praticamente tudo mal e sem rumo, com um complexo de ordem ideológica”, frisou, esclarecendo que o PSD não está a defender que se privilegie o setor privado, mas sim a definição de uma estratégia para um serviço público de qualidade em Portugal.

“Eu quero um serviço público de qualidade e aquilo que está a acontecer é um serviço público sem qualidade, com as pessoas a serem empurradas para o privado”, concluiu.

A falta de médicos em vários hospitais do país tem levado nos últimos dias ao encerramento de urgências de obstetrícia ou a pedidos aos centros de orientação de doentes urgentes (CODU) de reencaminhamento de utentes para outros hospitais.

Na segunda-feira, a ministra da Saúde, Marta Temido, anunciou que vai ser posto em prática “um plano de contingência” entre junho e setembro para procurar resolver a falta de médicos nas urgências hospitalares do país.

Rui Rio terminou hoje uma visita à África do Sul (quinta e sexta) e Moçambique (onde está desde sábado), para assinalar o Dia de Portugal junto das comunidades portuguesas, uma viagem que esteve marcada para 2020, mas foi adiada devido à covid-19.

No último dia de agenda pública, o presidente do PSD apresentou cumprimentos à presidente da Assembleia da República de Moçambique, Esperança Bias, e defendeu um reforço dos intercâmbios parlamentares.

Encontrou-se ainda com associações portuguesas em Maputo e visitou a Universidade Eduardo Mondlane, destacando o estreitamento de relações entre os dois países.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • EU
    15 jun, 2022 PORTUGAL 15:54
    Serviço de saúde para Pobres? Chamar aos serviços prestados, de saúde, neste momento é BRINCADEIRA. Vamos lá então ver o seguinte. Dizem que os Senhores Médicos não são máquinas e como tal não se podem desdobrar pelos Serviços Hospitalares ou dos Centros de Saúde. Alegam, os SEUS representantes que há quem não tenha tempo para se dedicarem às Famílias. Então como EXPLICAM aqueles e aquelas que prestam Serviço nos Hospitais públicos, nos privados e AINDA nos consultórios PESSOAIS e de OUTREM? Só por brincadeira é que ALGUÉM diz o que não DEVE dizer. Por outro lado se foi o Partido Socialista que levou o SNS à falência, ninguém se admire pela APROVAÇÃO da EUTANÁSIA. A eutanásia vai resolver muito problema, pois MUITOS preferem morrer do que ESPERAR por ELA sem saberem o tempo de espera. Não BRINQUEM com a saúde e dignidade do SER HUMANO.
  • Rute Antonio
    15 jun, 2022 Lisboa 11:20
    O Dr. Rui Rio faz falta a democracia Portuguesa...
  • Joaquim Correto
    15 jun, 2022 Paços 08:20
    Sim, como que se os ricos utilizassem o SNS! Demagogo!
  • ze
    15 jun, 2022 aldeia 07:21
    O PS faz é um país cada vez mais pobre, mais miséria, mais dependentes, mais corrupção, menos saúde, menos justiça, menos ensino,etc....cada vez produzimos menos, vencimentos muito baixos,impostos altissimos,mais taxas,mais tachinhas etc...para sustentar a maquina do PS e seus amigos.Mas o povo gosta deles e votou neles e como esta politica está feita,basta apenas 22% dos votos para haver uma "maioria absoluta" a abstenção cada vez é maior o que denota que a maioria do povo perdeu a confiança nos politicos.
  • Petervlg
    15 jun, 2022 Trofa 07:19
    O PS anda a brincar, teve sorte com este tempo do covid, mesmo depois de muitos avisar, que o PS iria colocar Portugal num pântano, o povo deu a maioria, é porque esta satisfeitos, com estas situações!

Destaques V+