Tempo
|
A+ / A-

Costa diz que Cavaco está preocupado com lugar na História

03 jun, 2022 - 17:28 • Lusa

Governo de 1985 será homenageado, garante o primeiro-ministro em resposta a artigo de Cavaco Silva.

A+ / A-

O primeiro-ministro considerou hoje que Cavaco Silva está preocupado com o seu lugar na História, defendeu não estar entre os principais visado pelo artigo do antigo Presidente da República e adiantou que vai homenageá-lo em 2025.

António Costa falava aos jornalistas depois de ter participado num almoço promovido pela Câmara do Comércio Luso Espanhola, depois de confrontado com o teor de um artigo crítico para os seus governos socialistas escrito pelo antigo Presidente República Cavaco Silva e que foi publicado pelo Observador.

O primeiro-ministro classificou como "interessante" esse artigo de opinião do antigo líder dos executivos entre 1985 e 1995, e adiantou que relativamente a esse texto não tem muito a responder.

"Ele [Cavaco Silva] preocupa-se bastante com o seu lugar na História, o que acho muito importante. Eu estou preocupado sobretudo com o futuro dos portugueses. Quanto à mensagem de fundo desse artigo, é exatamente a que partilho: Temos de fazer mais e melhor e é para isso que estou a trabalhar", declarou.

No plano político, o líder do executivo recusou que a parte substancial das críticas contidas nesse artigo o atinjam pessoalmente, contrapondo que lhe parece "que os visados são outros".

"Quanto aio passado do professor Cavaco Silva, tenho tido o cuidado grande de valorizar aquilo que foi o trabalho dos meus antecessores. Seguramente, em 2025, quando passarem 40 anos sobre a posse do primeiro Governo de Cavaco Silva, espero contar com ele para podermos fazer uma homenagem. Uma homenagem sobre os 40 anos desse já longínquo Governo em que ele iniciou a sua governação", acrescentou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+