Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Ucrânia

PCP diz que referência de Zelenskiy ao 25 de Abril "é um insulto"

21 abr, 2022 - 18:19 • Ricardo Vieira e João Malheiro

A líder parlamentar do PCP diz que o poder da Ucrânia "está a agredir o seu próprio povo" e lamenta que Zelenskiy não tenha mencionado "jovens comunistas que foram presos e se tenciona continuar um caminho de ilegalização de partidos políticos".

A+ / A-
Zelenskiy lembra 25 de Abril. “Sabem perfeitamente o que estamos a sentir”
Zelenskiy lembra 25 de Abril. “Sabem perfeitamente o que estamos a sentir”

A referência do Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy "ao 25 de Abril é um insulto", afirma a líder parlamentar do PCP, Paula Santos.

A deputada comunista considera que a "Ucrânia representa o contrário" da Revolução dos Cravos, que acabou com a ditadura em Portugal.

"A revolução de Abril foi feita para por fim ao fascismo e à guerra", defendeu, considerando que o chefe de Estado ucraniano representa o contrário.

"A intervenção do Presidente da Ucrânia confirmou-se como um ato de instrumentalização da Assembleia da República para animar a escalada da guerra, para animar a confrontação", acrescentou.

Zelenskiy lembra 25 de Abril. “Sabem perfeitamente o que estamos a sentir”
Zelenskiy lembra 25 de Abril. “Sabem perfeitamente o que estamos a sentir”

A líder parlamentar do PCP diz que o poder da Ucrânia "está a agredir o seu próprio povo" e lamenta que Zelenskiy não tenha mencionado "jovens comunistas que foram presos e se tenciona continuar um caminho de ilegalização de partidos políticos".

"Por muitas as pressões que sejam, o PCP defende a paz na Europa e no Mundo", afirma.

Sobre a intervenção do presidente da Assembleia da República, durante o decorrer a sessão, Paula Santos refere que Augusto Santos Silva fez um "branqueamento da natureza do regime da Ucrânia".

O Presidente da Ucrânia comparou, esta quinta-feira, o 25 de Abril à luta do povo ucraniano durante a invasão russa. A intervenção de Volodymyr Zelenskiy é a primeira de um chefe de Estado no Parlamento português por videoconferência.

O vosso povo vai daqui a nada celebrar o aniversário da revolução dos cravos e sabem perfeitamente o que estamos a sentir”, afirmou o Presidente ucraniano, numa sessão solene marcada pelos aplausos de pé dos deputados ao fim dos 15 minutos de discurso. A vinda do chefe de Estado ucraniano contou também já com a anunciada ausência do PCP.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Estou admirado
    22 abr, 2022 Parlamentar 13:31
    Como a líder parlamentar do PCP conseguiu regurgitar aquela caterva de imbecilidades sem se rir, é que me deixa admirado.
  • Cidadao
    22 abr, 2022 Lisboa 09:46
    A líder parlamentar do PCP está de parabéns: conseguiu pronunciar um enorme chorrilho de tretas e parvoíces até ao fim, sem se rir uma única vez. Pouca gente o consegue.
  • António dos Santos
    21 abr, 2022 Coimbra 17:33
    Insulto é o PCP falar no 25 de Abril!! Pois o PCP queria o 25 de Abril, para trocar a ditadura de direita, pela ditadura de esquerda, diga-se do PCP. Pergunto a estes palhaços ditadores, onde existe uma democracia chefiada por comunistas?!!!!! CONCLUSÃO: insulto é o PCP falar do 25 de Abril.
  • António Augusto Nogu
    21 abr, 2022 SAO JACINTO 17:30
    Porque não é feita uma proposta e votação pelo parlamento ou um partido com assento na Assembleia, de condenação à atitude antidemocrática de apoio à invasão da Ucrânia, pela Rússia, tomada pelos deputados do pcp, dado que todo o país não se revê nesta atitude?

Destaques V+