Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

Parlamento. Sessão solene com Zelenskiy passa para as 17h00 na quinta-feira

18 abr, 2022 - 15:40 • Lusa

Nesta sessão solene discursam Volodymyr Zelenskiy e Augusto Santos Silva e nela estarão também presentes o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa.

A+ / A-

A sessão solene de boas vindas ao Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, que falará no Parlamento português por videoconferência, vai passar das 15h00 para as 17h00 de quinta-feira, após pedido da Embaixada da Ucrânia.

Esta alteração da hora de início da sessão solene foi transmitida à agência Lusa por fonte do gabinete do presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva.

Nesta sessão solene discursam Volodymyr Zelenskiy e Augusto Santos Silva e nela estarão também presentes o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e o primeiro-ministro, António Costa, além de convidados em representação de outras entidades oficiais.

Segundo a porta-voz da conferência de líderes parlamentares, a deputada socialista Maria da Luz Rosinha, não serão abertas as galerias ao público nesse dia, nem haverá intervenções dos vários grupos parlamentares e deputados.

No dia 7 de abril, o presidente da Assembleia da República tinha informado que o chefe de Estado da Ucrânia aceitava falar ao parlamento português em data então ainda a acertar.

"Recebi esta manhã a senhora embaixadora da Ucrânia em Lisboa [Ihna Ohnivets] que me transmitiu a disponibilidade do presidente Volodymyr Zelenskiy para participar numa sessão da Assembleia da República. A data será agora acertada", escreveu então o presidente da Assembleia da República na sua conta na rede social Twitter.

A ideia de a Assembleia da República promover uma sessão parlamentar por videoconferência com o Presidente da Ucrânia partiu do PAN e foi aprovada por maioria, com a oposição do PCP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+