Tempo
|
A+ / A-

Catarina Martins pede fixação urgente de preços dos combustíveis

08 mar, 2022 - 00:00 • Lusa

Para a coordenadora do Bloco de Esquerda, outra medida possível é a descida do ISP.

A+ / A-

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, pediu esta segunda-feira a fixação com urgência dos preços dos combustíveis, adiantando também que o Governo tem "margem" para reduzir o Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP).

"A medida urgente e eficaz é a fixação de preços dos combustíveis", indicou no Twitter Catarina Martins.

Comentando o aumento do preço dos combustíveis em quatro pontos, a coordenadora do BE alertou que "o preço da energia, incluindo do petróleo, está a subir", devido, além de outras razões, às sanções impostas à Rússia pela ofensiva militar na Ucrânia.

"Cada país pode e deve tomar medidas que atenuem este impacto", realçou, sustentando que "a subida do petróleo empurra o preço dos combustíveis" e que "subir é imediato e alerta para a especulação e cartelização do setor".

Para Catarina Martins, outra medida possível é a descida do ISP.

"O Estado ganha receita fiscal com o aumento dos preços. Tem margem para esse ajuste", salientou.

A líder bloquista lembrou ainda que o aumento dos combustíveis "não é sinónimo de transição climática".

"Isso exige outra energia e mobilidade. Desde logo, mais e melhores transportes coletivos. A resposta climática não acontecerá sem investimento e sem justiça social", concluiu.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+